Ator indígena pede ajuda para transferir pai com Covid-19 para UTI em Manaus

O ator Fidelis Baniwa, veio a público pedir ajuda para que o seu pai, o líder indígena, Lauro Filelis, da etnia Baniwa, seja transferido para Manaus por conta da gravidade no estado de saúde devido a Covid-19

Manaus – O ator Fidelis Baniwa, veio a público pedir ajuda para que o seu pai, o Líder indígena, Lauro Filelis, 71, da etnia Baniwa, seja transferido para Manaus de forma urgente, por conta da gravidade do estado de saúde decorrente da Covid-19. Ele está internado no Hospital Irmã Edwiges Maria Sikorska, que fica no município de Santa Isabel do Rio Negro (que fica a 846 quilômetros em linha reta da capital Manaus) desde o dia 30 de janeiro deste ano, mas como o estado de saúde vem agravando a cada dia, ele precisa ser transferido para uma unidade de terapia intensiva (UTI). O único lugar que há UTIs no Estado, é na capital, mas o sistema regulador da Secretaria de Estado de Saúde (Ses), alega que não há leito para internação.

O ator informou que seu pai teve que se internar dia 30 de janeiro após ter sido infectado pelo novo coronavírus. Nos últimos três dias, o estado de saúde agravou e foi solicitado pelo hospital a transferência do paciente para a cidade de Manaus, que é o único local de todo o Amazonas que há leitos de UTI. O ator contou que a resposta é que não há vaga e nem previsão para transferência e a cada dia que passa o estado de saúde do líder indígena piora.

“Tudo o que podia ser feito no hospital, já foi feito. Somos gratos aos médicos e técnicos de saúde. O que mais tememos é que ele aumente a estatística das vítimas da doença poque nos últimos 12 dias em que estive no hospital acompanhando o meu pai, foram em média, uma morte por dia, incluindo meu avô Valeriano, que faleceu na quarta passada. Já perdi o meu avô e não quero perder o meu pai, Esperar por um leito aqui tem sido sentença de morte. Vamos acionar o Ministério Público porque nossa saúde não pode cair no descaso. Vidas importam e no caso aqui vidas indígenas importam sim!”, disse Fidelis Baniwa.

Fidelis é ator e já foi um dos protagonistas no papel de Joe Caripuna, da Minissérie Mad Maria na Rede Globo (2005). No cinema interpretou o personagem Galdino Pataxó no curta metragem “A Noite Por Testemunha” (2009); foi o personagem Cacique Izararí, no filme Tainá 3 – A Origem (2011); e participou do filme “Antes o Tempo Não Acabava” (2015). Em 2020 foi candidato a prefeito de Santa Isabel do Rio Negro, mas não foi eleito.

Anúncio