‘Aula em Casa’ é ampliado com mais disciplinas e projeto English for Kids

O treinamento para os professores da Secretaria Municipal de Educação (Semed) serve para explicar como deve ser a postura e a interação com as câmeras e entonação. As gravações iniciaram nesta terça-feira (19)

Manaus – A Prefeitura de Manaus inicia na próxima quarta-feira (27) mais uma fase do projeto ‘Aula em Casa’, com a inclusão de novas disciplinas e do projeto English for Kids. O treinamento para os professores da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e as gravações iniciaram ontem, com professores do projeto e das disciplinas de ciências, história, geografia e educação física.

Essas novas inclusões foram articuladas pela Divisão de Ensino Fundamental (DEF) e atenderam a um pedido dos professores das disciplinas. As aulas terão a mesma duração das demais, a exceção do English for Kids e de educação física, que terão duração de 20 minutos e os conteúdos para estudantes do 1º ao 3º ano serão veiculados às quartas-feiras, enquanto para o 4º e 5º ano será às sextas-feiras.

Aula em casa: Apresentação do English for Kids ocorreu antes da pandemia (Foto: Semed/Divulgação)

De acordo com a chefe da DEF, Vera Silva, o treinamento vai servir para explicar como deve ser a postura e a interação com as câmeras e entonação. “Para o English for Kids e a disciplina de educação física, os professores vão fazer atividades para serem realizadas na hora. Com essa ampliação, por exemplo, o English for Kids que atua em 34 unidades, pode estar disponível para todos os estudantes que tenham interesse”, completou.

As atividades do projeto continuam mesmo durante o período de isolamento social, de acordo com a coordenadora do English for Kids, Kátia Florêncio. “Com links de vídeos da internet ou produzidos pelos próprios professores, realizamos atividades práticas semanais (geralmente uma atividade por ano/série) que possam ser copiadas no caderno ou que possam ser impressas”.

Ainda segundo a coordenadora, o retorno é dado pelos pais nos grupos das escolas em aplicativos de mensagens. “Os professores e assessores filtram alguns vídeos e fotos e enviam o grupo da coordenação do projeto para publicação nas redes sociais”, completou Kátia.

Além disso, os professores do projeto continuam em formação constante. Na próxima sexta-feira (22), passarão por uma formação com a professora Dayana Karen do ITTI (International Tesol/Tefl Training Institute) com a temática “How to use videos in theclassroom?” (Como utilizar vídeos em sala de aula).

Anúncio