Avenida João Valério é interditada para nova fase das obras do Complexo Viário Roberto Campos

Com quatro meses de execução, o cronograma de serviços segue em três turnos para garantir a conclusão dentro do prazo

Manaus – A partir desta quinta-feira (15), a avenida João Valério está interditada no trecho entre as avenidas Constantino Nery e Djalma Batista para o avanço das obras do Complexo Viário Roberto Campos, na zona centro-sul da capital. Agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) permanecem 24 horas monitorando a circulação de veículos para garantir a segurança viária no local. As obras estão 25% finalizadas. Com quatro meses de execução, o cronograma de serviços segue em três turnos para garantir a conclusão dentro do prazo estabelecido pela Prefeitura de Manaus, que é de 15 meses.

A medida é importante para possibilitar o avanço da obra do complexo viário (Foto:Márcio James/Semcom)

Durante a interdição, quem utiliza a João Valério para chegar à zona Oeste ou à Constantino Nery deverá fazer o seguinte itinerário: seguir na avenida Djalma Batista, sentido bairro/Centro, até a avenida Senador Álvaro Maia e, assim, acessar a Constantino Nery. Para chegar à zona Oeste, os condutores devem seguir pela avenida Brasil. A área interditada está sinalizada com placas indicativas e tem a presença de agentes de trânsito do IMMU.

“Esta obra é fundamental para promover a fluidez no trânsito em Manaus. O prefeito Arthur Virgílio Neto, em decisão acertada, está concretizando ações de mobilidade urbana que vão dar mais qualidade de vida à população. Os profissionais de trânsito e transportes da cidade estão empenhados, 24 horas, para monitorar a circulação de veículos e de ônibus nesse trecho e, assim, minimizar os impactos para a população”, assegurou o diretor-presidente do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), engenheiro Manoel Paiva.

Segundo o diretor de obras da Seminf, Tabajara Júnior, a medida é importante para possibilitar o avanço da obra do complexo viário e garantir a execução da mesma dentro do prazo estipulado de 15 meses.  “Já iniciamos aqui a perfuração das estacas desse trecho e temos outros serviços a serem iniciados, como a sondagem do solo, por exemplo. É importante reduzir o acesso à via por questões de segurança também. Durante o processo de escavação, a máquina solta pedaços de pedra que podem atingir os veículos. Estamos nos resguardando quanto a isso”, disse.

Para a atendente de consultório Gisele Graça, a interdição deve ser vista pelo lado positivo. “Passo aqui todos os dias a caminho do trabalho e estou vendo que a obra está cada vez mais rápida. Acredito que o trânsito vai ficar muito melhor depois da inauguração dessas novas vias”, observou.

Transporte

Desde a quarta-feira (7), a linha 122 – Santo Agostinho/T2/Cachoeirinha teve seu itinerário alterado no sentido T2/bairro para o avanço na obra do Complexo Viário Roberto Campos. O itinerário no sentido T2/Cachoeirinha/bairro segue normal até a avenida João Valério, depois continua pela avenida Djalma Batista, avenida Senador Álvaro Maia, Constantino Nery e, a partir desse ponto, segue itinerário normal.

Anúncio