Barranco que soterrou trabalhadores apresenta risco de novo desmoronamento

Área foi isolada e interditada, até que haja licenciamento pela Prefeitura de Manaus

Manaus – Os agentes da Defesa Civil estiveram na obra no bairro Santa Etelvina, zona norte de Manaus, onde trabalhadores foram soterrados na manha desta terça-feira(5), e avaliaram o local, pertencente a uma empresa que manuseia entulhos e resíduos. Foi constatado que o espaço apresenta risco de um novo desmoronamento de barranco. Com isso, a área foi isolada e interditada, até que haja licenciamento pela Prefeitura de Manaus.

(Fotos: Sheyévena Nascimento / Casa Militar)

“Constatamos que é um barranco composto por entulho e que não apresenta uma estabilidade. Também foi constatado que há rachaduras na parte superior e não havia licenciamento para realização de obras no local. Orientamos os responsáveis pela área, para retirarem um contêiner que está próximo ao local do desbarrancamento e notificamos que não podem continuar com as obras, devido aos riscos e instabilidade do local”, pontuou Mendes.

Ainda segundo ele, o caso será encaminhado ao Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), órgão municipal responsável pelos licenciamentos de obras na cidade.

Anúncio