Bruno Pereira e Dom Phillips são homenageados com grau de comendador

A homenagem assinada pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU)

Brasília – O indigenista Bruno Pereira e o jornalista britânico Dom Phillips, assassinados no Vale do Javari, foram homenageados nesta terça-feira (21), a título póstumo, com grau de comendador. A homenagem assinada pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

(Foto: Reprodução Redes Sociais)

Segundo o procurador jurídico da União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja), Eliésio Marubo, o título concedido pelo governo brasileiro é o máximo já agraciado a alguém do meio e reconhece o trabalho de Bruno e Dom. A honraria foi um pedido da Univaja e demais organizações parceiras na Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH).

“A Univaja e o Vale do Javari se congratulam muito pelo reconhecimento do governo brasileiro, concedendo o título de comendador a Bruno Pereira e Dom Phillips. Eles são merecedores de todas as homenagens por tudo que fizeram em favor dos povos indígenas do Vale do Javari”, disse Eliésio.

Para Beto Marubo, membro da Univaja e amigo de Bruno Pereira, a honraria é uma forma de reconhecer os ataques e desmonte que a política indigenista sofreu nos últimos anos em todo o País. “O ato destaca a importância que Bruno e Dom tiveram e sempre terão em nossas vidas. É mais uma força da Univaja em apoio ao nosso parceiro Bruno que morreu prestando serviço para nossa terra”, reforçou Beto.

Na cerimônia realizada no Palácio do Itamaraty, foram homenageadas outras lideranças indígenas, como a presidente da Funai, Joenia Wapichana. Amigos e admiradores de Bruno e Dom também estiveram presentes.

Anúncio