Calçadão da Ponta Negra tem grande movimentação neste domingo

Mesmo com o complexo turístico fechado e a recomendação do isolamento social, um grande público circulou no local, inclusive sem máscara de proteção contra o novo coronavírus

Manaus – O Complexo Turístico da Ponta Negra, na zona oeste, segue com interdição total de áreas de comércio, praia e acesso ao rio, em razão da pandemia de Covid-19. Mas, mesmo com as restrições e a recomendação do isolamento social, o que se viu no fim da tarde deste domingo (31) foi um calçadão bem movimentado.

A massoterapeuta Diane Novaes disse que não saía de casa desde o mês de março, mas como a quarentena está acabando, ela resolveu sair de casa. “A partir de manhã, algumas lojas vão abrir e eu resolvi vir aqui na praia da Ponta Negra para ver pessoas. Acho uma maravilha estar voltando a nossa vida normal lentamente. Eu estou muito feliz de vir novamente à Ponta Negra e de ver as pessoas caminhando tranquilamente. A gente tem um certo receio de passear, mesmo que de máscara, mas a gente tem que ter fé que esse momento vai passar”, disse a massoterapeuta.

A reabertura gradual das atividades econômicas em Manaus, anunciada a partir desta segunda-feira (1º), não alterou a interdição no espaço público (Foto: Yago Frota/GDC)

No local, foi possível ver pessoas sem máscaras, inclusive crianças e idosos. Muitos bem próximos, sem respeitar as recomendações de manter distância. As pessoas aproveitaram para se exercitar, passear com os filhos e com os animais de estimação.

“Mesmo com o parque e a praia interditados desde o dia 22 de março, uma parte da população continua usando o espaço para passear e praticar atividades físicas, irregularmente”, observa o diretor-presidente do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), Cláudio Guenka.

A Polícia Militar e a Guarda Municipal vão reforçar as equipes de fiscalização que atuam no complexo para seguir orientando a população dos riscos de estar na rua passeando, não fazendo o isolamento social recomendado pelas autoridades de saúde. Peças publicitárias foram instaladas no parque e pedem para a população ficar em casa, escolhendo o lado da vida, não se expondo.

Responsável pela administração do espaço, o Implurb já fez a redução da energia de áreas do parque, do skate até o estacionamento recuado. O calçadão também teve as luzes reduzidas, para evitar a aglomeração de pessoas e o uso para caminhadas e corridas. A interdição foi alinhada entre a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e o Implurb.

A reabertura gradual das atividades econômicas em Manaus, anunciada a partir desta segunda-feira (1º), conforme plano divulgado pelo governo do Amazonas e publicado no decreto nº 42.330/2020, não alterou a interdição no espaço público.

Pelo cronograma de retomada gradual das atividades, dividido em quatro ciclos, apenas na terceira fase, a partir de 29 de junho, os parques, espaços públicos e atrações turísticas poderão ser reabertos.

Anúncio