Campanha contra Influenza inicia com três grupos prioritários para imunização em Manaus

O público-alvo da campanha deve comparecer ao posto de vacinação apresentando o cartão de vacina para atualização da imunização para outras doenças

Manaus – A 23ª Campanha de Vacinação contra Influenza (Gripe) foi iniciada pela Prefeitura de Manaus nesta segunda-feira (12), em 171 salas de vacina da capital, direcionada para três grupos prioritários: gestantes, mães no pós-parto até 45 dias (puérperas) e crianças na faixa etária de seis meses a menores de dois anos.

A lista com o endereço das 171 salas de vacina está disponível para consulta no site da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), incluindo as 10 que funcionam nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de horário ampliado, de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h, e aos sábados, das 8 às 12h.

Campanha contra Influenza inicia com três grupos prioritários para imunização em Manaus (Foto: Divulgação / Semsa)

A secretária municipal de Saúde interina, Aline Rosa Martins, esclarece que a campanha vai atender 17 grupos prioritários, com uma estimativa de imunizar 642.003 pessoas em Manaus, mas que, inicialmente, o Ministério de Saúde encaminhou 90.040 doses da vacina e, com isso, a campanha vai atender, nesta primeira etapa, os três grupos.

“Nessa fase inicial, crianças de seis meses a menores de dois anos poderão ser vacinadas, assim como gestantes em qualquer idade gestacional e as mães até 45 dias no pós-parto. As mães também poderão receber a vacina nas maternidades após o parto”, informa Aline Martins.

Mesmo iniciando com crianças de seis meses até menores de dois anos, a campanha tem como público-alvo crianças na faixa etária de seis meses a menores de seis anos, que serão atendidas de acordo com o calendário do envio de doses disponibilizadas pelo Ministério da Saúde ao longo do período da campanha, que seguirá até o dia 9 de julho.

A campanha também terá como público-alvo: povos indígenas; trabalhadores da saúde; idosos com 60 anos ou mais; professores das escolas públicas e privadas; pessoas com comorbidades; pessoas com deficiências permanentes; caminhoneiros; trabalhadores do transporte coletivo; trabalhadores portuários; forças de segurança e salvamento; Forças Armadas; funcionários do sistema prisional; população privada de liberdade; e adolescentes sob medidas socioeducativas.

Orientações

Segundo a chefe da Divisão de Imunização da Semsa, enfermeira Isabel Hernandes, o público-alvo da campanha deve comparecer ao posto de vacinação apresentando o cartão de vacina, já que é uma oportunidade para a atualização da imunização para outras doenças.

“As 171 salas de vacina estão organizadas para evitar o risco de transmissão do novo coronavírus, mas a população também deve colaborar indo até a unidade de Saúde utilizando máscaras, no caso das gestantes e puérperas. As crianças menores de dois anos não precisam utilizar máscaras, mas devem ir acompanhadas de apenas um adulto, para evitar aglomeração na unidade de Saúde”, orienta Isabel.

A funcionária pública Débora Kelly Santos levou o filho de seis meses na UBS Dr. José Rayol, na avenida Constantino Nery, zona Centro-Sul de Manaus, para vacinar contra a gripe. É a primeira vacina dele contra o vírus da Influenza. “Eu sigo o calendário de vacinação direitinho, para não deixar atrasar. Prefiro trazer logo porque sei da importância das vacinas para a saúde dele, para prevenir doenças”, afirmou.

Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de horário ampliado

Zona Leste

UBS Alfredo Campos, no bairro Zumbi 2

UBS Dr. José Amazonas Palhano, bairro São José 2

UBS Maria Leonor Brilhante, bairro Tancredo Neves

Zona Norte

UBS Áugias Gadelha, bairro Cidade Nova 1

UBS Balbina Mestrinho, bairro Cidade Nova

UBS Major Sálvio Belota, bairro Santa Etelvina

Zona Sul

UBS José Rayol Dos Santos, bairro Chapada

UBS Morro da Liberdade, bairro Morro da Liberdade

Zona Oeste

UBS Deodato de Miranda Leão, bairro Glória

UBS Leonor de Freitas, na Compensa 2