Campanha contra poliomielite alcançou 58,8% de cobertura das crianças no AM

A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde era atingir pelo menos 95% do público-alvo

Manaus – A campanha de vacinação contra poliomielite alcançou 58,8% de cobertura no Amazonas, representando a vacinação de 187.038 crianças. A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde era atingir pelo menos 95% do público-alvo da estratégia de imunização, que são crianças de 1 a 4 anos de idade. A poliomielite causa paralisia infantil e pode ser fatal.

(Foto: Girlene Medeiros/FVS)

A campanha foi realizada inicialmente de 8 de agosto a 9 de setembro e foi prorrogada até 28 de setembro, seguindo orientação do Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunização (PNI). Mesmo com prorrogação e esforço das autoridades de saúde nacional, estadual e municipais, não houve adesão de destaque dos pais e responsáveis das crianças.

Os dados foram consolidados pela coordenação estadual do PNI na Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP).

A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, destaca que a não adesão à campanha de vacinação pode contribuir como fator de risco a reintrodução do vírus da poliomielite.

“É preciso lembrar que, em um passado recente, foi por meio das baixas coberturas vacinais que o sarampo retornou. O vírus da poliomielite é muito mais grave, e a doença causa sequelas permanentes”, alertou a diretora.

A poliomielite já foi uma das doenças mais temidas no mundo e foi controlada devido à cobertura vacinal. O Brasil deixou de apresentar casos da doença em 1989 e recebeu o certificado de eliminação da doença em 1994.

A coordenadora estadual do PNI/FVS-RCP, Izabel Nascimento, ressalta que o Brasil é uma das referências mundiais em imunização e conta com um dos maiores programas de vacinação do mundo.

“Para evitar o risco, é importante que os pais ou responsáveis das crianças estejam sempre atentos ao calendário de vacinação e compareçam às campanhas de intensificação para evitar que essas doenças voltem a ser um sério problema de saúde pública”, destaca Izabel.

Cobertura

No Amazonas, a cobertura da campanha de vacinação contra poliomielite foi de 58,8%. Manaus, capital do estado, apresenta cobertura de 58% na campanha. Os municípios que atingiram as maiores coberturas nessa estratégia de vacinação foram: Japurá (100%), Careiro (100%), Jutaí (100%), Iranduba (100%) e Boa Vista do Ramos (100%).

Já os municípios que apresentaram os índices mais baixos de adesão à campanha foram: Tapauá (9,1%), Pauini (13,3%), Juruá (18,1%), Nova Olinda do Norte (22,2%) e Manaquiri (28,8%).

Anúncio