Campanha contra poliomielite, em Manaus, será até sábado (1º)

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) seguirá a determinação do Ministério da Saúde para que a vacinação nos estados e cidades que ainda não atingiram a meta sigam com a ação até o final de semana

Manaus – A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informou, na tarde desta quinta-feira (30), que seguirá com a campanha de vacinação contra a poliomielite até este sábado (1º), com horário estendido das 8h às 17h. A iniciativa vai ao encontro do pedido do Ministério da Saúde de que estados e cidades que ainda não atingiram a meta de 95% de crianças vacinadas sigam com a ação até o final de semana.

Em Manaus, campanha de vacinação contra a poliomielite será até sábado (1º), com horário estendido das 8h às 17h. (Foto: Sandro Pereira/Rede Diário de Comunicação)

Segundo Marinélia Ferreira, diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae), até esta quarta-feira (29), Manaus registrou 77,4% de crianças vacinadas contra a poliomielite. “Justamente por isso, vamos estender a campanha. No sábado, nossas dez Unidades Básicas de Saúde (UBSs) funcionarão das 8h às 17h e também contaremos com 63 pontos fixos e volantes em toda a capital”, explicou ela.

A diretora da Devae atribuiu a baixa adesão dos pais a campanha pelo fato de “não terem vivido nenhum caso na cidade”. “Então existe essa falta de sensibilização da população que é pai nesta geração. Apesar da quantidade de informações nas redes sociais e na mídia em geral, eles só acreditam naquilo que chegam nos grupos de WhatsApp do bairro ou dos vizinhos. Nos preocupa o fato de que mesmo sendo gotinha, a forma mais fácil de combate, ainda falta essa adesão”, comentou Marinélia. Os 77,4% equivalem a aplicação de mais de 107 mil doses da vacina.

Diferentemente da poliomielite que está em fase de campanha, o sarampo, em Manaus, já encerrou sua campanha, mas segue com a vacinação de rotina normalmente. “Por conta dos casos na capital, iniciamos a vacinação antes do Ministério da Saúde e chegamos a meta de 100%. Mas para aqueles que ainda não se vacinaram, as nossas UBSs estão realizando a aplicação da vacina normalmente, a partir de seis meses até os 49 anos”, salientou.

Até esta segunda-feira (27), Manaus confirmou 852 casos de sarampo, descartou 333 e 5.773 seguem em observação.

Anúncio
Anúncio