Campanha do Outubro Rosa também voltada para cães e gatos; entenda

O câncer de mama em cadelas é uma das doenças mais temidas pelos donos, já que é um dos principais tipos de tumor a atingir os pets. A prevenção é necessária, assim como em seres humanos

Manaus – Em pleno Outubro Rosa, uma clínica veterinária no bairro Flores resolveu apoiar a campanha que busca a conscientização no combate ao câncer de mama – também para os pets. O câncer de mama em cadelas é uma das doenças mais temidas pelos donos, já que é um dos principais tipos de tumor a atingir os bichinhos, segundo explicou a médica veterinária Edra Pará. A especialista explicou que, assim como a doença em seres humanos, o câncer gera muitas dúvidas de como agir, tratar e prevenir.

Fatores hormonais, segundo a veterinária, estão entre as causas do câncer de mama. Mas, de acordo com a médica dos animais, os fatores genéticos e o cruzamento de raças também não são descartados.

O diagnóstico do câncer é feito principalmente por exames clínicos da região mamária e exames de citologia aspirativa do nódulo (Foto: Divulgação)

“O câncer nos pets está cada vez mais comum. São muitos tumores e, muitas vezes, os malignos aparecem na cadeia mamária de cadelas e gatas. Cresce um caroço rígido, que com o exame de toque dá para sentir bem. O que pode acontecer é criar uma ferida onde o nódulo nasceu, por esfregar no chão. Aí eles lambem, infecciona, fica inchado, com febre e alterações no hemograma”, descreveu Pará.

Os sinais mais claros da presença de um tumor, seja ele benigno ou maligno, aparecem apenas em estágios avançados. O diagnóstico do câncer é feito principalmente por exames clínicos da região mamária e exames de citologia aspirativa do nódulo.

Na Clínica Pet Zog, no conjunto Parque das Nações, bairro Flores, na zona centro-sul, a veterinária, que também é uma das proprietárias, disse que dificilmente os donos optam por exames mais elaborados e o melhor é retirar a cadeia mamária para evitar que o câncer se alastre.

“O melhor é pedir uma biópsia para definir se o tumor em questão é benigno ou maligno e precisar, de maneira mais eficaz, qual área está sendo afetada por ele, se podemos ficar despreocupados porque era um tumor benigno ou se era metástase e vai voltar. Acontece que muitos donos não optam por pagar essa parte do tratamento”, explicou.

Na maior parte dos casos, a primeira opção é a cirurgia para a retirada completa do tumor de dentro do corpo do animal, informou a especialista.

Prevenção

Uma das opções de prevenção, e a mais eficiente na avaliação da veterinária, é a castração da fêmea antes de seu primeiro cio. Como a porção hormonal das cachorrinhas é um dos grandes responsáveis pelo aparecimento de disfunções que podem influenciar o surgimento da doença, controlar essa área é um importante passo.

Outro grande colaborador para o surgimento do câncer de mama em cadelas é a ingestão de medicamentos hormonais, como o anticoncepcional. Por isso, esse tipo de medicamento é expressamente contraindicado por diversos especialistas tanto para cães quanto para gatos.

Além dos caroços na região das mamas do animal, estão entre os sintomas do câncer de mama inchaço ou dilatação na área mamária da cadela, dores na região das mamas e presença de secreções nas mamas com odor desagradável.

Anúncio