Cientistas internacionais vão debater reprodução de peixes, em Manaus

11ª edição do Simpósio Internacional sobre Fisiologia da Reprodução de Peixes será realizado entre os dias 3 e 8 de junho

Manaus – A capital amazonense vai sediar uma série de debates sobre a reprodução de peixes, entre os dias 3 e 8 de junho. Ao todo, 16 renomados especialistas de países da América do Norte, Europa, Ásia e América Latina desembarcam na cidade para a 11ª edição do Simpósio Internacional sobre Fisiologia da Reprodução de Peixes, onde apresentarão as mais recentes descobertas científicas na área.

Ao todo, 16 renomados especialistas de países da América do Norte, Europa, Ásia e América Latina desembarcam na cidade para o evento. (Foto: Divulgação)

O evento ocorre pela primeira vez na América Latina e promete deixar um importante legado para a cidade, conhecida mundialmente por sua localização estratégica no centro da Floresta Amazônica, sua riqueza de recursos hídricos e espécies de peixes. Essa diversidade representa um vasto potencial para alimentação, comércio e turismo.

Segundo o diretor do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC), Luiz Renato de França, o simpósio é a oportunidade de ampliar as discussões acerca do manejo sustentável da biodiversidade aquática e ainda estabelecer futuras colaborações internacionais.

“O ISRPF (sigla em inglês para International Symposium on Reproductive Physiology of Fish) é um congresso de grande reconhecimento e altíssima qualidade científica. Os principais pesquisadores do mundo estarão reunidos para debater ideias e firmar avanços na área de aquicultura para o nosso país e para o mundo. É um marco para a região, principalmente quando se considera o enorme potencial da piscicultura na Amazônia” destaca França, responsável por coordenar esta edição do evento.

O Simpósio Internacional sobre Fisiologia da Reprodução de Peixes possui uma história de quatro décadas. As três últimas edições ocorreram na França, Índia e em Portugal. Além de conferências, nos seis dias de programação mais de 200 participantes inscritos apresentarão quase 200 trabalhos científicos.

Entre os palestrantes, estão cientistas da Alemanha, Espanha, Japão, China, Portugal, França, entre outros países. Representando o Brasil, o pesquisador do Museu Paraense Emílio Goeldi, Ronaldo Barthem, abordará a migração e reprodução de peixes neotropicais, e a pesquisadora Samyra Nassif, professora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), falará sobre perspectivas biotecnológicas das células-tronco do testículo de peixes, as espermatogônias-tronco.

A programação será realizada no Tropical Hotel e os acadêmicos, profissionais e especialistas que desejam participar do evento podem fazer inscrição no site: www.isrpf2018.com.br.

Anúncio