Cinco toneladas de queijo sem procedência são apreendidas pela Adaf

Ação da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) aconteceu na madrugada desta segunda-feira (15), no Porto de Manaus e na Feira da Panair

Manaus – A Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) apreendeu, na madrugada desta segunda-feira (15), pouco mais de cinco toneladas de queijo coalho sem procedência. O produto era oriundo do município de Autazes (a 113 quilômetros a sudeste de Manaus). A ação aconteceu no Porto de Manaus e na Feira da Panair, zona sul, em parceria com a Polícia Militar Ambiental do Amazonas (PMAM).

Queijo era oriundo do município de Autazes (Foto: Divulgação/Adaf)

De acordo com a Adaf, os produtos eram irregulares sanitariamente, estavam mal acondicionados e não possuíam o Serviço de Inspeção Estadual (SIE), além de estarem sem condições de consumo. Sendo assim, não poderiam ser destinados para doação, podendo causar doenças transmitidas por alimentos (DTA), causando a morte.

Os termos autuados foram de apreensão/fiscalização e destruição. A Adaf no Amazonas vem atuando nas Barreiras de Vigilância Agropecuária (BVA) volantes e fixas, no sentido de coibir o trânsito de produtos irregulares, a entrada de pragas e de doenças que comprometem a sanidade vegetal e animal, promovendo a preservação do patrimônio agropecuário, a saúde pública e o meio ambiente.

Por estarem sem condições de consumo, produtos não puderam ser doados (Foto: Divulgação/Adaf)