Coronavírus: sobe para sete o número de casos confirmados no AM

Sindicato do Médicos do Amazonas (Simeam) denuncia a falta de itens essenciais nas unidades de saúde do Estado

Manaus – Em transmissão ao vivo pela internet, a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) confirmou nesta sexta-feira (20), que subiu para sete o número de casos confirmados para o novo coronavírus no Estado. A informação foi divulgada um dia após o Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam) denunciar ao GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (GDC), que itens básicos como máscaras e luvas de procedimento estão em falta nas unidades da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) neste momento de controle da pandemia de Covid-19.

(Foto: Reprodução)

“Não é possível que a gente vá para a guerra sem as condições mínimas adequadas. A situação é muito grave, a perspectiva de a coisa piorar é real. A gente não quer fazer histeria, alarmismo, mas os fatos são esses”, disse o presidente do Simeam, Mário Viana.

Na coletiva, a Susam não respondeu aos questionamentos do Simeam, mas de acordo com o balanço divulgado nesta sexta-feira, ao todo, o Estado já registra 72 casos notificados para o coronavírus, sendo 52 destes descartados, 13 sendo investigados (um destes em Coari) e os sete confirmados.

Segundo a diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa Pinto, todos os casos são de pessoas que estiveram fora do estado do Amazonas, em áreas de grande circulação do vírus. “Dentre os sete casos confirmados, apenas um ainda está em análise para descobrirmos sua origem. Ou seja, ainda estamos lidando com casos importados”, disse.

Anúncio