Covid-19: Moto Honda doa 14 cilindros de oxigênio para unidades de saúde do AM

Os equipamentos serão destinados a central de medicamentos do Amazonas e para o Hospital Universitário Getúlio Vargas

Manaus – A empresa Moto Honda da Amazônia divulgou, nesta quinta-feira (14), que doou 14 cilindros de oxigênio para unidades de saúde do estado, sendo 12 para a central de medicamentos do Amazonas (Cema) e 2 para o Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV). Além disso, a empresa prometeu doar mais oito unidades do equipamento na terça-feira (19), para a Central de Medicamentos.

A empresa informou que a utilização de oxigênio não é diretamente na fabricação de produtos, portanto não vai afetar a linha de produção e os trabalhos na fábrica.

“Em linha com a mobilização solidária no enfrentamento aos efeitos da Covid-19 na cidade de Manaus, que vem sendo afetada pelo agravamento da pandemia, a Moto Honda da Amazônia doou 14 cilindros de oxigênio. A Honda acredita que a união de esforços e recursos é maneira mais eficiente para apoiar as comunidades e profissionais de diversos setores que seguem na linha de frente do enfrentamento ao coronavírus”, diz o comunicado da empresa.

Outras empresas devem doar cilindros de oxigênio aos hospitais da cidade que sofre com a falta do produto para tratar os pacientes que buscam tratamento para a Covid-19 nas unidades de saúde.

“As empresas que utilizam oxigênio nas suas atividades, estão abrindo mão do produto e doando aos hospitais nesse período até que o governo do estado consiga resolver o problema nas unidades de saúde”, disse o presidente do Centro das Indústrias do Amazonas (Cieam), Wilson Périco.

Anúncio