Covid: governo atualiza decreto das medidas de restrição de circulação no AM

As medidas integram os setores de eventos e locais como supermercados, postos de gasolina e lojas de conveniência

Manaus – O Governo do Amazonas apresentou nesta quarta-feira (22) as atualizações das regras de enfrentamento à Covid-19. As medidas integram os setores de eventos e locais como supermercados, postos de gasolina e lojas de conveniência.

No decreto, que terá validade a partir desta quinta-feira (23), fica estabelecido o aumento para 500 pessoas, ou então 75% da capacidade do espaço, durante a realização de eventos. As pistas de dança seguem vetadas. O cartão de vacinação será obrigatório, com ao menos uma das doses tomadas.

Para as casas de show, a presença de músicos no palco fica condicionada ao distanciamento social, uso de máscara e álcool em gel. A fiscalização ficará a cargo do estabelecimento ou promotor do evento.

Já o horário de funcionamento para supermercados, postos de combustíveis e lojas de conveniência, fica liberado o horário de funcionamento por 24 horas, condição vetada em decretos anteriores.

As penalidades previstas, definidas nos termos do Artigo 268 do Código Penal, são advertência; multa diária de até R$ 50 mil para pessoas jurídicas, a ser duplicada por cada reincidência; e embargo e/ou interdição de estabelecimentos.

Funcionamento para supermercados, postos de combustíveis e lojas de conveniência fica liberado por 24 horas (Foto: Divulgação)

Brasil x Uruguai

Durante a coletiva, o governador do Amazonas, Wilson Lima, revelou que será montado um “cronograma especial” para o jogo entre Brasil e Uruguai, a ser realizado na Arena da Amazônia, em outubro. Para participar do evento, será necessário comprovar a vacinação. O esquema montado será similar ao feito para a Copa do Mundo, realizada no País em 2014 e que teve Manaus como sub-sede, recebendo jogos.

Anúncio