Cresce a procura por peixes regionais para as festas de fim de ano em Manaus

Os custos elevados da carne vermelha e a preferência pelos alimentos locais levou ao aumentando pela procura do alimento

Manaus – Com a proximidade das festas de final de ano na capital, as feiras de Manaus têm demonstrado uma movimentação intensa nos últimos dias. Por conta do aumento da carne vermelha que vem ocorrendo ao longo do país, uma alternativa vem ganhando a preferência dos amazonenses para a ceia de natal: Os peixes regionais.

(Foto: Divulgação)

A Feira da Manaus Moderna, no Centro, zona sul da capital, registrou intensa movimentação na manhã desta quarta-feira(23). Por conta da variedade de pratos que os peixes locais oferecem, eles têm aumentando sua presença nas mesas de Manaus. Para esse natal, o pirarucu é o mais procurado, segundo os feirantes, por conta do pirarucu a casaca, que já se tornou um prato típico de natal.

Segundo George Paiva, empresário, a preferência pelos pratos locais o fez optar pela presença do peixe em sua ceia de natal. “Eu tenho uma maior preferência pelo pirarucu, por ser o que eu mais gosto e que, com certeza, estará presente na minha ceia”, revelou.

Para ele, que acompanha a rotina da feira regularmente, os preços estão justos. “Sou cliente assíduo da feira, podendo acompanhar os valores, que estão bons. Óbvio que cada um tem seus gostos e custo, mas, no geral, os preços praticados estão acessíveis”, finalizou.

Além do gosto típico da região pelos peixes, o fator financeiro também tem pesado na balança esse ano. “Tem tido muita procura pelo pirarucu, além de outros peixes muito por conta do alto preço da carne vermelha atualmente, e a preferência pelo pirarucu a casaca por parte dos amazonenses”, comentou um feirante.

blank

(Foto: Divulgação)

Apesar de 2020 ser um ano atípico para a maioria dos brasileiros, ao contrário do esperado, o ritmo nas feiras da capital vem demonstrando um aumento em seu ritmo. “Graças a deus o movimento está bom, superior ao ano passado. É esperado que aumente ainda mais com a chegada das festas”, comentou Eduardo Campos, feirante na Manaus Moderna nos últimos 3 anos.

Com a Covid-19 ainda com forças no estado, os feirantes buscam se prevenir e oferecer proteção aos clientes, usando mascaras de proteção ao longo do atendimento, como recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), para que possam oferecer os serviços em sua plenitude.

Anúncio