Dentista alerta pais e responsáveis sobre o cuidado com os dentes de leite

A falta de cuidado nos dentes decíduos pode acarretar no surgimento de cáries e por vezes, levar à perda precoce desses dentes

Manaus – A primeira dentição ou dentição decídua das crianças, por ser temporária, muitas vezes não recebe os cuidados necessários o que pode levar a problemas na dentição permanente. É o que orienta a cirurgiã-dentista Rebecca Rosas, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

(Foto: Henrique Souza / Semsa)

De acordo com a profissional, a falta de cuidado nos dentes decíduos, que surgem na cavidade bucal por volta dos seis meses de idade, pode acarretar no surgimento de cáries e por vezes, levar à perda precoce desses dentes.

“O dente de leite é responsável também por manter o espaço para o seu dente permanente sucessor. Se esse dente de leite, que é o guia de erupção para o permanente, é perdido antes da hora, sem que o dente permanente esteja preparado para ‘nascer’, o espaço que fica pode ser reduzido porque os dentes vizinhos tendem a se movimentar para esse local e quando for a época do dente permanente erupcionar, este não terá espaço suficiente, ocasionando assim um problema de má oclusão que poderia ser evitado se os dentes de leite fossem bem cuidados”, afirma.

Rebecca explica que a mudança de dentição começa por volta dos 7 anos com a troca dos oito incisivos (quatro dentes na parte superior e quatro na parte inferior da frente. Depois dessa troca, há a fase intertransitória que se prolonga até os 10 ou 11 anos, quando haverá, desta vez, a substituição dos dentes caninos e molares decíduos.

Cuidado

Segundo a cirurgiã-dentista, o cuidado com os dentes de leite deve ser o mesmo dedicado ao dente permanente, no que diz respeito à escovação, uso do fio dental, alimentação saudável e às consultas periódicas com o cirurgião-dentista. Rebeca recomenda ainda, que os pais levem as crianças ao dentista desde cedo e não esperem que dores ou outros problemas se manifestem para tomar esse cuidado.

“Há casos em que é necessário realizar tratamento de canal para poder manter o dentinho de leite na arcada”, explica.

Primeiro molar

Outra preocupação na saúde bucal das crianças refere-se a um evento que ocorre aproximadamente aos seis anos de idade, que é o nascimento do primeiro molar permanente na parte de trás da boca.

“É comum os pais acharem que estes dentes ainda são de leite, mas este é o primeiro dente permanente que aparece na boca sem que nenhum dentinho de leite caia em seu lugar e precisa de muita atenção”, aconselha.

A saúde bucal na rede de Atenção Primária enfoca principalmente os cuidados preventivos (avaliação, orientação, profilaxia, aplicação de flúor, dentre outros), como parte da assistência odontológica pelas equipes de saúde bucal.

Para ter acesso aos serviços, o usuário precisa ser avaliado por um cirurgião-dentista de qualquer Unidade Básica de Saúde (UBS), que fará o encaminhamento ao serviço especializado, quando necessário.

Anúncio