Deputado cobra da Amazonas Energia instalação de usinas a gás em Iranduba e Manacapuru

a inclusão dos dois municípios no plano de usinas a gás da concessionária irá evitar episódios como o ocorrido há um mês, quando um apagão deixou mais de 200 mil pessoas sem energia elétrica em Iranduba e Manacapuru. 

Manaus – Em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE), na manhã desta quarta-feira (14), o deputado estadual João Luiz (PRB) cobrou na empresa Amazonas Energia a instalação de usinas a gás natural nos municípios de Iranduba e Manacapuru, a exemplo do que já ocorre em seis cidades do Estado.

De acordo com o parlamentar, a inclusão dos dois municípios no plano de usinas a gás da concessionária irá evitar episódios como o ocorrido há um mês, quando um apagão deixou mais de 200 mil pessoas sem energia elétrica em Iranduba e Manacapuru. 

“Depois da última audiência pública realizada na ALE, a Amazonas Energia começou a se movimentar com a implantação de circuitos elétricos por meio da ponte Rio Negro. Esse é um primeiro passo. Mas a empresa tem de apresentar um plano B para uma eventual falha. Por isso, vamos cobrar da concessionária que os municípios sejam incluídos no plano de usinas a gás natural”, afirmou João Luiz.

A Amazonas Energia foi cobrada pelo deputado João Luiz (Foto: Divulgação)

Segundo João Luiz, a Força-Tarefa do Consumidor, composta pela Comissão de Defesa do Consumidor da ALE (CDC-ALE), Defensoria Pública do Estado (DPE-AM), Ministério Público do Estado (MP-AM) e Procon-AM, irá se reunir e formalizar o pedido de inclusão dos municípios de Iranduba e Manacapuru no plano de usinas a gás. 

“Além de garantir a continuidade dos serviços de energia elétrica, a nova matriz energética vai reduzir em mais de 70% a poluição provocada pela queima de combustíveis líquidos, preservando o meio ambiente”, ressaltou o deputado.  

Gás natural 

Segundo dados da Companhia de Gás do Amazonas (Cigás), atualmente, 13 usinas termoelétricas em seis municípios do Estado utilizam o gás natural canalizado. As cidades de Coari, Anori, Anamã, Codajás e Caapiranga utilizam gás natural para geração de energia. Em Manaus, até 65% da energia é gerada por meio do mesmo consumo. 

Anúncio