Desfile militar leva 8 mil pessoas ao Sambódromo, diz PM

De acordo com o Exército, 4,6 mil militares desfilaram em celebração a Independência do Brasil, que comemora 196 anos, este ano

Manaus – Mesmo sob o forte calor desta sexta-feira, 7 de setembro, aproximadamente oito mil pessoas compareceram ao desfile militar, no Sambódromo, zona centro-sul de Manaus. De acordo com o Exército, 4,6 mil militares desfilaram em celebração a Independência do Brasil, que comemora 196 anos, este ano.

Com um quadro representativo das forças militares, foram apresentados à população o material empregado nas atividades de defesa da Região Amazônica do Exército, Marinha, Aeronáutica, além da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

Segundo o Comandante Militar da Amazônia (CMA), Cesar Nardi, o efetivo foi mínimo para não deixar o desfile muito longo. “Hoje é um dia de muita alegria para a nação brasileira e estou feliz de ver tantas pessoas que vieram prestigiar esse evento”, disse. Por decisão da justiça, a presença de animais foi restrita aos cavalos e cães.

Por conta do atentado contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL), as Forças Armadas convocaram reunião de urgência nesta quinta-feira (6). Segundo o comandante do CMA, a segurança dos presidenciáveis cabe à Polícia Federal, mas as Forças Armadas estão preocupadas com o acirramento dos ânimos nessa campanha. “Só fui comunicado dessa reunião hoje pela manhã, mas é claro que o assunto foi tratado como preocupação na segurança das eleições. Espero que sirva de alerta do perigo que é o radicalismo e a violência nessa disputa política”, disse.

Participação

De acordo com a Polícia Militar, aproximadamente oito mil pessoas estiveram presentes no evento. Sob forte calor, as famílias assistiram o desfile na arquibancada do Sambódromo.

Após mais de dez anos sem comparecer ao desfile de 7 de setembro, a dona de casa Lucilene Amazonas, 36, levou o filho de três anos pela primeira vez. “Acho que agora que ele está com idade para participar desses eventos e é importante trazê-lo, principalmente porque meu pai sempre vem”, contou.

Oficial aposentado do exército, Adalberto Amazonas, 61, acha que o sentimento patriótico do brasileiro está acabando. “As instituições estão perdendo o respeito, por isso acho importante trazer a família para prestigiar o desfile”, disse.

Pela primeira vez no público, o militar do Exército, Ivo Lima, 27, trouxe os três filhos para acompanhar os colegas no desfile. “Para minha família é uma tradição estar presente aqui. Essa é a primeira vez que assisto, nas outras vezes eu também estava desfilando”, disse.

A dona de casa Raimunda de Araújo, 62, sempre marca presença no ‘7 de setembro’. “Acho muito importante prestigiar porque é algo que é nosso e sempre tem alguém da minha família desfilando, sobrinho, filha; nunca perco, nem o desfile das escolas”, contou.