Enquanto prefeito faz ciclovia, Estado inaugura rodoanel metropolitano

Primeira etapa da obra foi entregue por Wilson Lima com muitos políticos, como o presidente da ALE, Roberto Cidade, prefeitos e secretários municipais

Manaus – Enquanto o prefeito David Almeida vai entregar, nesta terça-feira (24), no aniversário da cidade, a ciclovia da Ponta Negra de 3,6 quilômetros, sob a polêmica da pintura de pedras portuguesas do calçamento, o governador Wilson Lima entregou, nesta segunda-feira (23), o primeiro trecho de 8,7 quilômetros de um total de três etapas de 37,8 quilômetros do Rapidão Rodoanel Metropolitano de Manaus, obra que dará fluidez no tráfego e vai encurtar as distâncias entre as zonas da capital.

Nesta primeira etapa, a obra começa no Viaduto Lydia da Eira Corrêa e segue com a duplicação da estrada do Tarumã, até o encontro das avenidas do Turismo e Santos Dumont, zona oeste. Nas demais fases, a obra parte da Avenida dos Oitis, no Distrito Industrial 2, passa pelos ramais do Brasileirinho e Chico Mendes, na zona leste até a avenidas Margarita e José Henriques, que serão modernizadas, ambas na zona norte, com a interligação de todo o anel rodoviário.

Com isso, o tráfego de veículos pesados do Distrito Industrial para o Aeroporto Internacional de Manaus também será encurtado, com via exclusiva, aliviando a circulação de veículos na cidade como um todo.

A solenidade de entrega feita pelo governador recebeu ampla participação de políticos, como deputados federais, secretários, deputados estaduais, prefeitos do Amazonas e até de secretários municipais da equipe de David Almeida.

“Essa é uma obra grande e complexa, mas nenhuma dificuldade nos impediu de avançar e nem vai. É assim com o Rapidão Rodoanel e seus mais de 37 quilômetros de extensão (…) Renovo aqui meu compromisso de continuar trabalhando para entregar as obras que Manaus precisa”, disse o governador Wilson Lima, ao inaugurar a obra.

blank

presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, Roberto Cidade (Foto: Divulgação)

Para o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Roberto Cidade, a obra é a maior de mobilidade urbana integrada já feita no Amazonas. “Permitirá a interligação das zonas Norte, Leste e Oeste, aliviando congestionamentos em áreas críticas e melhorando a qualidade de vida dos cidadãos. Parabéns ao Governo do Amazonas que, na véspera do aniversário de Manaus, presenteia a cidade com uma grande e importante obra. Não é pintando de vermelho o calçadão da Ponta Negra que se transforma Manaus, mas com grandes obras. E essa é uma obra que já começa a mudar a cara da nossa cidade”, disse o presidente da ALE.

Na véspera do aniversário da capital do Amazonas, o governador Wilson Lima entregou o primeiro trecho do Rapidão Rodoanel Metropolitano de Manaus, maior obra de mobilidade urbana integrada da história da capital. A inauguração desta parte do complexo viário contempla 8,7 quilômetros, iniciando no Viaduto Lydia da Eira Corrêa e seguindo até o encontro das avenidas do Turismo e Santos Dumont, zona oeste.

Anúncio