Faixa Azul volta a ser exclusiva em três avenidas a partir do dia 24

A partir desta quarta-feira (14) até o dia 23 de novembro, os agentes do Manaustrans trabalham de maneira educativa, orientando os condutores quanto à proibição do uso da faixa exclusiva

Manaus – A faixa exclusiva para o transporte coletivo, popularmente conhecida como ‘Faixa Azul’, voltará a funcionar nas avenidas Constatino Nery, Torquato Tapajós e Mário Ypiranga (Recife) a partir do próximo dia 24 de novembro, um sábado. O tráfego de veículos de todos os tipos na Faixa Azul estava liberado desde março deste ano, quando foram iniciadas obras na Avenida Djalma Batista.

Nesta quarta, equipes da SMTU e do Manaustrans estiveram na Avenida Constantino Nery, orientando os condutores sobre o uso da Faixa Azul (Foto: Sandro Pereira)

A faixa, que possui mais de 3 mil quilômetros, não poderá ser usada nos horários de 4h às 22h por outros veículos, exceto os de prioridade como táxis, veículos especiais/fretamento, veículos de transporte de tropa e equipamento bélico das forças armadas, veículos guincho em efetivo serviço de remoção, além de veículo de urgência, emergência e operacionais devidamente identificados. Aos sábados, a partir das 12h, domingos e feriados, a faixa exclusiva estará liberada para todos os tipos de veículos.

blank

O superintendente da SMTU, Franclides Ribeiro, afirmou que a ação dá prioridade ao sistema de transporte urbano (Foto: Sandro Pereira)

Equipes da Superintendência de Transportes Municipais Urbanos (SMTU) e do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) estiveram na manhã desta quarta-feira (14) na Avenida Constantino Nery, orientando os condutores quantos às novas adaptações no trânsito da cidade. O superintendente da SMTU, Franclides Ribeiro, afirmou que a ação dá prioridade ao sistema de transporte urbano. “A nossa intenção é melhorar a qualidade de vida do usuário do sistema”, disse. Atualmente, cerca de 400 mil pessoas, em 56 linhas de transporte coletivo, usam o corredor exclusivo para se locomover.

A partir desta quarta-feira (14) até o dia 23 de novembro, os agentes do Manaustrans trabalham de maneira educativa, orientando os condutores quanto à proibição do uso da faixa exclusiva. “A partir do dia 24, os condutores que insistirem em trafegar na faixa serão multados, que resulta em 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação, no valor de R$ 293,47”, alertou o diretor de operações e fiscalizações do Manaustrans, Stanley Ventilari.

O auxiliar de cozinha, Denis Lopes, usuário do transporte coletivo, aprova o retorno da faixa exclusiva. “Pra gente que usa ônibus é muito mais rápido. A gente chega nos locais mais rápido porque quase não encontra trânsito”, afirmou.

O motorista de ônibus Charles Azevedo disse que o corredor facilita o seu trabalho. “A gente tem uma faixa exclusiva. Não gasta tanto tempo no trânsito. Não precisa ficar muito tempo no calor. É bom não só pra nós, mas principalmente para quem precisa dos ônibus”, disse.

Novos ônibus

Franclides Ribeiro adiantou que também a partir do dia 24 de novembro, o transporte coletivo vai dispor de 18 novos ônibus articulados e com ar-condicionado. O superintendente da SMTU afirma que a ação é uma preparação para a mudança da frota de ônibus da cidade. “Nós queremos dar qualidade de serviço e dá sustentabilidade para o sistema. É um atrativo para que a população volta a usar o transporte coletivo”, explica Franclides.

blank


Nesta quarta, equipes da SMTU e do Manaustrans estiveram na Avenida Constantino Nery, orientando os condutores sobre o uso da Faixa Azul (Foto: Sandro Pereira)

 

Faixa Azul volta a ser exclusiva em três avenidas de Manaus

Faixa Azul volta a ser exclusiva em três avenidas de Manaus. #D24AM

Posted by D24am on Wednesday, November 14, 2018

 

***Matéria atualizada às 13h56

Anúncio