Família faz apelo por transferência de criança à espera de cirurgia em Manaus

A menina foi uma das crianças atropeladas no dia 01 de julho, no Santa Etelvina. Segundo a família, a criança sente dores diariamente e corre o risco de perder o movimento das pernas

Manaus – Na noite desta terça-feira (20), familiares da menina Emilly Evelyn dos Santos Pedroso, de 8 anos de idade, realizaram uma manifestação em frente ao hospital e pronto-socorro da Criança Joãozinho, onde Emilly está internada há 20 dias. A menina foi uma das crianças atropeladas no dia 01 de julho, na rua Adailson Lopes, bairro Santa Etelvina, zona Norte de Manaus. O suspeito que atropelou a criança foi preso no dia do acidente, porém foi solto com uma fiança de 1mil reais.

No dia do acidente, a menina teve as duas pernas quebradas e foi internada em estado grave no Hospital da Criança Joãozinho, anexo ao hospital João Lúcio. Segundo os familiares, a menina precisa de uma cirurgia com urgência, pois ela sente dores diariamente, entretanto a equipe do hospital alega que não há material para realizar o procedimento.

A família da criança reivindica a transferência da criança para outra unidade hospitalar. Segundo o pai criança, José Pedroso, a família realiza a manifestação para reivindicar providência imediata para a criança, que sente dores diariamente e corre o risco de perder o movimento das pernas.

“A gente quer a cirurgia da Emilly, porque ela já se encontra aí dentro com 20 dias e os hospitais alegam que não tem o material pra fazer essa cirurgia, então a gente pede a providência maior como do governador. Se aqui é do estado, cadê o material governador? Para operar a minha filha que se encontra há 20 dias dentro do hospital sentindo dor”, afirmou.

No momento da manifestação, outros responsáveis que acompanhavam crianças na recepção da unidade hospitalar também reclamaram da lentidão do atendimento. Alguns aguardavam o atendimento por mais de 6 horas.

A equipe do Grupo Diário de Comunicação (GDC) solicitou posicionamento da Secretaria de Estado de Saúde sobre o caso.

Anúncio