Familiares e amigos de funcionária encontrada morta realizam manifestação em Manaus

A funcionária pública Rosiane Ferreira Barros, 43, foi encontrada morta, com as mãos amarradas, na estrada do Puraquequara

Manaus – Familiares e amigos da funcionária pública, Rosiane Ferreira Barros, 43, encontrada morta, com
as mãos amarradas na manhã desta sexta-feira (2), na estrada do Puraquequara realizaram uma manifestação, pedindo justiça. Os manifestantes pediram para que o caso não caia no esquecimento das autoridades.

Conforme a amiga da vítima, ela não tinha conflitos com ninguém e era bastante querida no bairro. Ela saía de casa todas as manhãs para caminhar, mas hoje não retornou. O desaparecimento da mulher mobilizou todos os amigos e familiares.

“Nós queremos justiça pela nossa amiga Rose, que ela não merecia ter sido morta brutalmente do jeito que esses bandidos fizeram com ela. Não tinha conflitos com ninguém no bairro e em lugar nenhum e todas as manhãs, era o que ela gostava de fazer, sair pra caminhar. Uma coisa, que nós mulheres temos esse direito”, afirmou a amiga da vítima.

Com cartazes, os manifestantes gritavam por justiça. Uma outra amiga, relatou durante o ato, que o local é perigoso e sofre com a falta de segurança. Muitas vezes os moradores precisam ficar trancados em casa por temerem ser assaltados.

Sobre o caso

Rosiane Ferreira foi encontrada morta em uma área de mata, no bairro Distrito Industrial 2, zona leste de Manaus. A mulher foi encontrada vestindo somente a parte de cima da roupa, ela também tinha sinais de agressão na região da cabeça.

O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). O corpo da mulher foi encaminhado à sede do Instituto Médico Legal (IML) e passará por exame de necrópsia.

Anúncio