Força Nacional de Segurança deve atuar na região do Rio Madeira

Medida visa inibir avanço de ilícitos na área

Manaus –  A Força Nacional de Segurança deve atuar nas proximidades da comunidade do Rosarinho, localizada no rio Madeira, entre os municípios amazonenses de Autazes e Nova Olinda do Norte. O pedido foi oficializado nesta quinta-feira(26), ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, pelo Governo do Amazonas.

Balsas de garimpo no Rio Madeira. (Foto: Silas Laurentino)

Nesta área do rio Madeira há concentração de balsas, dragas e empurradores que se instalaram no local desde que se iniciaram especulações sobre a descoberta de ouro. Contudo, a extração do minério na região é ilegal.

As forças de segurança e salvamento do Amazonas, além de órgãos estaduais ligados ao meio ambiente, já estão a disposição para atuar na área, em conjunto com órgãos federais. O controle e fiscalização da região está sob a responsabilidade da União.

blank

Balsas de garimpo no Rio Madeira. (Foto: Silas Laurentino)

“Solicito a possibilidade de Vossa Excelência autorizar a Força Nacional de Segurança Pública, em caráter emergencial, disponibilizar efetivo especializado, materiais e logística para auxiliar as Forças de Segurança e Salvamento do Amazonas, a Polícia Federal, a Marinha do Brasil e o Ibama no enfrentamento das ações de garimpeiros na região”, diz ofício do governador ao ministro.

A confirmação do pedido de presença da Força Nacional ocorre mesmo após garimpeiros, por conta própria, começarem a se dispersar da área onde estavam instalados.

Anúncio