Força tarefa fiscaliza postos de combustíveis em Manaus

A operação verificou se os consumidores estão tendo seus direitos respeitados na compra de combustíveis e de outros serviços prestados pelos postos

Manaus – Uma força-tarefa integrada pelos órgãos fiscalizadores do Departamento de Proteção Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-AM), Instituto de Pesos e Medidas (Ipem-AM) e Agência Nacional Do Petróleo (ANP), foi realizada na manhã desta segunda-feira(15) para fiscalizar postos revendedores de combustíveis em Manaus. A operação verificou se os consumidores estão tendo seus direitos respeitados na compra de combustíveis e de outros serviços prestados pelos postos.

Força-tarefa fiscaliza posto de combustíveis em Manaus. (Foto: Natasha Pinto / GDC)

Foram fiscalizados a qualidade dos combustíveis que está sendo colocado nos tanques de gasolina dos veículos da população amazonense, assim como o valor pago pelo litro. O Procon-AM também atuou na verificação se os donos dos postos, estão visando apenas o lucro e prejudicando o consumidor.

Segundo o diretor-executivo do Procon-AM, Jalil Fraxe, outro papel do órgão foi conscientizar a população de que a alíquota dos combustíveis foi reduzida a zero, como anunciado pelo Governo Federal, mas sim um redução de impostos do óleo diesel e do gás de cozinha.

“As reclamações que mais chegam a nós, são sobre essa temática. Não houve mudanças na gasolina e no etanol. O grande probelma é que o diesel que utilizamos, ele não é só feito do óleo, mas também do bio-diesel, por isso que não zerou. Toda vez que o consumidor ver a nota, verá a tributação do imposto”, explicou.

blank

Condutor reclama dos preços que estão sendo cobrados nos postos. (Foto: Natasha Pinto / GDC)

Quem não gostou nada foi o motorista Regilson Machado, que acha o valor cobrado pelo combustível, um absurdo e pede para que o Governo do Amazonas abaixe os seus impostos. “Estamos trabalhando para pagar gasolina. O governo Estadual deveria isentar também, pra tentar ajudar, o Federal conseguiu abaixar já o Estadual não né?”, finalizou.

Anúncio