Homem morre eletrocutado ao salvar crianças no bairro Petrópolis

O acidente aconteceu quando um fio de alta de tensão se desprendeu de um poste, enquanto as crianças brincavam em um pula-pula

Manaus – Éder da Silva Muniz, 38, morreu eletrocutado, na tarde deste sábado (20), ao tentar salvar duas crianças, na Rua Rio Andirá, no bairro Petrópolis, zona sul de Manaus. O acidente aconteceu quando um fio de alta de tensão se desprendeu de um poste, enquanto três crianças brincavam em um pula-pula em frente a casa delas.

Uma das crianças sentiu uma descarga elétrica e saiu do brinquedo, informando à mãe que tinha sentido “um raio”. As outras crianças, uma menina de 2 anos e um menino de 4 anos, continuaram no pula-pula quando o fio começou a incendiar. Algumas pessoas sofreram queimaduras ao tentarem retirar as crianças do local. O pai de uma das crianças chegou a desmaiar quando sentiu a descarga elétrica.

Em uma das tentativas, Éder conseguiu retirar as crianças do brinquedo, mas em seguida foi eletrocutado e morreu. Pelo menos três familiares das crianças sofreram lesões e foram socorridas. As crianças foram encaminhadas para o Pronto-Socorro da Criança, onde o menino deu entrada em estado grave e precisou ser encaminhado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O corpo de Éder da Silva foi velado na tarde deste domingo (21) em uma igreja do bairro Petrópolis. Ele era um morador antigo do bairro, muito querido e conhecido pela vizinhança. A tia das crianças, Aurenice Santos, falou sobre a vítima. “Ele deu a própria vida para salvar essas crianças. Para mim ele foi um herói”, declarou.

A Amazonas Energia divulgou nota lamentando o ocorrido. A concessionária informou que equipes técnicas foram ao local para avaliar a rede elétrica. “Foi constatada a presença de muitos objetos estranhos à rede, elementos cortantes, como linhas com cerol e papagaios de papel entrelaçados em boa parte dos cabos de média e baixa tensão, tendo sido a causa do acidente”, diz a nota.

Veja a nota na íntegra:

“A Amazonas Energia lamenta o fato ocorrido nesta tarde de sábado (20/02), na Rua Rio Andirá, Bairro Petrópolis, onde uma pessoa veio a óbito e crianças sofreram lesões.

Nas primeiras avaliações, equipes técnicas avaliaram a situação da rede elétrica na área do acidente, e foi constatada a presença de muitos objetos estranhos à rede, elementos cortantes, como linhas com cerol e papagaios de papel entrelaçados em boa parte dos cabos de média e baixa tensão, tendo sido a causa do acidente.

A Amazonas Energia alerta sobre os riscos que a prática de empinar pipas pode trazer. A “linha chilena”, feita a partir do quartzo moído e óxido de alumínio, assim como a linha com cerol, são consideradas quatro vezes mais perigosas devido ao alto grau cortante, funcionando como uma verdadeira “guilhotina”, podendo causar lesões corporais profundas e mortes, ou até mesmo acidentes de ampla magnitude. Alertamos nossos clientes a se manterem sempre vigilantes e não incentivarem esta prática.

Esta empresa, comprometida não somente com a prestação de seus serviços, mas com o bem-estar de seus clientes e da sociedade, prestará todo o auxílio necessário.

Por fim, reiteramos que todo e qualquer manuseio da rede de distribuição somente poderá ser realizado pelas equipes técnicas autorizadas da empresa com os devidos equipamentos de segurança.”