Homem morre vítima de meningite em Manaus

Paciente não resistiu durante o tratamento de meningite fúngica na Fundação de Medicina Tropical e morreu durante a madrugada de sábado

Manaus – Moisés Queiroz Linhares, 52, morreu, neste sábado (16), vítima de meningite após ser internado na Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), em Manaus. A unidade hospitalar informou que o paciente não resistiu durante o tratamento de meningite fúngica e morreu durante a madrugada, por volta das 3h15.

Vítima de meningite morre após ser internado na Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (Foto: Eraldo Lopes)

Moisés estava internado desde o último dia 10 de dezembro e passou seis dias em tratamento, na fundação, antes de morrer da doença, que é transmitida pelo fungo criyptococcus.

Embora seja um caso de meningite, a FMT afirmou que este tipo da doença não passa de pessoa para pessoa, e que não há risco de transmissão da meningite.

Meningite meningocócica

Nos últimos dois anos e meio, 182 pessoas foram internadas com doenças meningocócicas, segundo dados do Ministério da Saúde. As infecções do tipo mataram 25 pessoas, no Estado, conforme o levantamento federal, também entre janeiro de 2015 e julho deste ano. A incidência pode estar ligada à negligência da população exposta à doença.

A Doença Meningocócica Invasiva (DMI) é causada pela bactéria meningococo (Neisseria meningitidis).

Geralmente, conforme o Ministério da Saúde, ela se manifesta como meningite, que é uma infecção das membranas que envolvem não só o cérebro como também a medula espinhal. Outra forma mais grave da doença é uma infecção do sangue, chamada de meningococcemia.

Anúncio