Instituto de Educação permanece com aulas suspensas

Alguns estudantes, acompanhados de seus pais e responsáveis, ainda chegaram ir até a escola, mas foram surpreendidos com a informação de que só haveriam reuniões entre responsáveis e professores, às 9h, e outra às 13h

Manaus – Após aluno ‘brincar’ cometer atentado no Instituto de Educação do Amazonas (IEA), na manhã desta quinta-feira (14), as aulas permanecem suspensas nesta sexta-feira (15). Alguns estudantes, acompanhados de seus pais e responsáveis, ainda chegaram ir até a escola, mas foram surpreendidos com a informação de que só haveriam reuniões entre responsáveis e professores, às 9h, e outra às 13h.

Ainda nesta quinta, dois estudantes, um de 16 e outro de 17 anos, fizeram ameças, por meio de um aplicativo de mensagens, insinuando que fariam algo semelhante ao atentado em Suzano, São Paulo, ocorrido, nesta quarta-feira (13)m onde uma escola estadual foi atacada e culminou na morte de dez pessoas.

Segundo a Polícia Militar, os dois jovens foram encaminhados para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai) para prestarem depoimento. Eles chegaram a assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por ato infracional análogo ao crime de ameaça. Um dos alunos que foi diretamente ameaçado também foi ouvido pela polícia.

Em nota, a Secretaria de Educação (Seduc-AM) informou que estão sendo realizadas durante esta sexta, reuniões da gestão e da Coordenadoria Distrital da secretaria com professores, membros da Associação de Pais, Mestres e Comunitários (APMC) e do conselho escolar no Instituto de Educação do Amazonas (IEA).

O objetivo dos encontros é esclarecer os fatos ocorridos na última quinta-feira (14), explanar as medidas de segurança que já são realizadas na escola, além de comunicar sobre novas ações que serão tomadas para reforçá-las, como a implementação de uma rede de contato direto com os pais para orientar sobre medidas conjuntas que podem ser adotadas para monitorar o perfil de alunos. As aulas retornarão normalmente na segunda-feira (18).

Fachada do Instituto de Educação do Amazonas (IEA) (Foto: Alan Geissler)