IPManaus reúne psicólogos em palestra gratuita sobre ‘Depressão e Pânico’

Profissionais explicarão os sintomas e os fatores de risco que atingem principalmente a juventude. Palestra será realizada neste sábado (3), na Sede Pedras Vivas, Chapada

Da Redação / [email protected]

Palestrantes comentam, também, papel da igreja na abordagem do assunto (Foto: EBC)

Manaus – Neste sábado (3), a Igreja Presbiteriana de Manaus reúne uma equipe de psicólogos para trazer esclarecimentos à juventude sobre as características e os fatores de risco da Depressão e do Pânico, doenças emocionais que já atingem, respectivamente, 5,8% e 4% da população brasileira, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), e que apresentam incidência cada vez maior entre os jovens. Com entrada franca, a palestra tem início às 19h30 na Sede Pedras Vivas, localizada na Avenida Pedro Teixeira, 2650, Chapada.

Segundo os profissionais convidados para o encontro, o estilo de vida estressante e intenso das pessoas tem contribuído para o desenvolvimento das doenças emocionais percebidas na sociedade como um todo. Tal crescimento também é identificado nas organizações eclesiásticas, que mobilizam rede de apoio a portadores das doenças e seus familiares.

De acordo com a psicóloga Mara Guerra, é urgente a necessidade de as igrejas abordarem o assunto. “Todos nós estamos vulneráveis. As exigências internas e externas provocam estresse, que leva ao pânico e à depressão. Os fatores de risco são inúmeros e precisam ser discutidos. Temos que aprender a combater essa possibilidade de adoecer”, destaca Mara.

Para o pastor titular da IPManaus, José João Mesquita, o crescente número de pessoas que sofrem de distúrbios emocionais deixa clara a relevância da orientação e prevenção. “A depressão não escolhe idade, nem status social. Só quem tem a doença é que sabe como é conviver com uma dor na alma. A sociedade precisa discutir o assunto”, explica.

Segundo a OMS, a depressão é um distúrbio emocional que afeta aproximadamente 300 milhões de pessoas em todo o mundo e aproximadamente 11 milhões no Brasil (7,6% da população, segundo o IBGE). No Amazonas, 2,7% da população já receberam um diagnóstico de depressão, conforme levantamento divulgado pelo IBGE em 2015. Desse total, 36,2% fazem uso de medicamentos para tratar a doença.

Já o Transtorno do Pânico afeta de 2% a 5% da população mundial, enquanto no Brasil a incidência é de 4% (OMS).

Serviço

O quê: Palestra “Além da dor – Depressão e Pânico”
Quando: Sábado, 3
Horário: 19h30
Local: Sede Pedras Vivas – Avenida Pedro Teixeira, 2650, Chapada (próximo ao Hemoam e à Arena da Amazônia)
Entrada: Franca

Anúncio