Jovem morre afogado após infringir decreto na praia da Ponta Negra, em Manaus

Lucas Moraes da Silva, 25, estava na companhia de colegas e, segundo testemunhas, não sabia nadar bem

Manaus – O jovem Lucas Moraes da Silva, 25, morreu afogado na madrugada deste domingo (8), enquanto tomava banho na Praia da Ponta Negra, que fica no bairro de mesmo nome, na zona oeste de Manaus. Seu corpo foi encontrado no início desta tarde e ele teria infringido, junto com um grupo de colegas, o decreto municipal que proíbe banhistas na área.

De acordo com o sargento Gelnivan, do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), que foi o responsável pela ocorrência, o chamado da guarnição ocorreu por volta de 12h, quando foram informados de havia uma pessoa desaparecida no balneário da Ponta Negra.

“Fomos até local, onde a família já estava presente e iniciamos as buscas. Lá, nos disseram que ele teria desaparecido por volta de 5h, onde estava com um grupo de jovens no balneário e adentrou na água. Como não sabia nadar muito bem, acabou se afogando e desaparecendo”, completou.

(Foto: Divulgação)

Ainda segundo o bombeiro militar, após a informação de onde Lucas teria se afogado foi iniciada as buscas pelo jovem, que foi encontrado já no início da tarde, por volta das 13h30. O corpo da vítima foi levado até o Batalhão Fluvial do Corpo de Bombeiros, que fica no centro da cidade e depois, removido pelo Instituto Médico Legal (IML).

O sargento Gelnivan reforçou o pedido para que as pessoas não desrespeitem o decreto, para que casos como o de Lucas, não voltem a acontecer. “Principalmente de madrugada, onde nós do corpo de bombeiros não atuamos. As pessoas precisam respeitar o fechamento do balneário, para que fatalidades como esta não aconteçam”, finalizou o sargento.

(Foto: Divulgação)

Anúncio