Jovem recupera sorriso após campanha por meio das redes sociais

Após pisar por acidente em um cachorro, estudante de 14 anos teve parte dos lábios dilacerados pelo animal

Manaus – Ao pisar por acidente no cachorro da tia, um labrador de 3 anos, o jovem Tiago, 14, acabou sendo gravemente mordido pelo animal e tendo os lábios dilacerados. O incidente ocorreu no dia 9 de junho, na casa dos tios do garoto, localizada no bairro Educandos, zona sul de Manaus. E para a cirurgia de recomposição dos lábios, uma grande jornada foi iniciada nas redes sociais.

(Foto: Divulgação)

“Eu publiquei em um grupo de amigos de infância no Whatsapp. Fiz um ‘post’ no Facebook que teve mais de 40 mil compartilhamentos. Realizamos uma feijoada e até uma live na igreja. Aí começaram a chegar doações”, contou o pai do jovem, o DJ e produtor cultural Michael Costa, 49.

O jovem acordava de um cochilo em uma rede quando acabou pisando no animal. Após ser levado para o Hospital da Criança da zona leste, Tiago recebeu 38 pontos de sutura e horas de tensão e espera. A cirurgia para reposicionar parcialmente os tecidos da boca durou 4 horas.

Michael e a mulher, Bianca Costa, iniciaram uma verdadeira saga em busca de ajuda, já que uma segunda cirurgia, que evitaria sequelas mais graves, deveria ser feita em um prazo de 10 dias. Até que a família foi indicada por um amigo ao cirurgião dentista Mike Ezequias, que há cerca de 7 anos abriu seu consultório no bairro do Coroado, zona leste, para pacientes que não teriam condições de custear um tratamento ou cirurgia.

Com tudo acertado, Tiago foi então levado ao consultório, onde realizou uma outra cirurgia para reposicionar melhor os tecidos da face. “O cuidado era com a profundidade, e se tinha acertado algum nervo sensitivo ou motor”, explicou o dentista.

Em cerca de um mês de sessões a laser, pomadas, antibióticos e fisioterapia para conseguir movimentar e sentir a própria boca, o sorriso de Tiago voltou. “Deus mandou o melhor médico do mundo para mim”, diz Tiago. “Sou eternamente grato ao doutor Mike. Tenho certeza que é um homem de bom coração”, completa o pai de Tiago.

Solidariedade

O cirurgião dentista Mike Ezequias, 45, poderia contar a própria história para provar o poder transformador da solidariedade e da gratidão em nossas vidas.

Nascido em São Luís, no Maranhão, Mike cresceu em Boa Vista. Chegou a Manaus aos 16 anos, no início da década de 1990, em busca de melhores oportunidades de vida e estudo. Acabou desembarcando no bairro do Coroado, zona leste de Manaus.

Em busca de um trabalho, conseguiu serviço na Paróquia do Divino Espírito Santo. Foi lá que Mike conheceu um funcionário da paróquia que o ajudou. Com o suporte, moradia e afeto, ele teve condições estudar e trabalhar pelo que queria. “Formei na primeira turma de técnicos de prótese em Manaus, em 97. Mas já sabia fazer tudo aquilo”, disse.

Hoje, cirurgião dentista com mestrado e especializações nas áreas de cirurgia bucomaxilofacial e harmonização orofacial, ele fala da importância do gesto para a formação de uma sua personalidade altruísta. “Se alguém teve a sensibilidade de olhar pra aquele garoto adolescente, colocar no seio da sua família, o mínimo que posso fazer para retribuir é ajudar o meu próximo. Isso me norteou pra me formar e continuar formando meu caráter. A solidariedade de terceiros desconhecidos no passado permitiu que eu chegasse onde eu cheguei”, disse ele, que também realiza trabalho voluntário com crianças especiais na Associação Lar de Vitórias, no Japiim.

Anúncio