Justiça garante jornalismo independente da TV Diário

Desembargador do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Elci Simões, reverteu a decisão da juíza Kathleen dos Santos Gomes

Manaus – Em ato favorável a imprensa livre e independente, o desembargador do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Elci Simões, reverteu a decisão da juíza Kathleen dos Santos Gomes e garantiu à TV DIÁRIO RECORD NEWS MANAUS o direito de exercer jornalismo independente e crítico.

(Foto: Divulgação / CNJ)

Em decisão proferida da noite deste domingo (19), o magistrado Elci Simões deferiu “pedido de efeito suspensivo ao recurso para suspender, imediatamente, os efeitos do ato judicial impugnado”.

Na última sexta-feira (17), a juíza emitiu decisão que ia ao encontro do interesse de quem pretende calar a imprensa independente e favorece o grupo político do prefeito de Manaus, David Almeida, que tem sido amplamente fiscalizado por reportagens dos programas da TV DIÁRIO.

Juíza atendeu pedido da empresa Rede Floresta Viva Comunicação, que tem como proprietário o empresário Francisco Cirilo Anunciação Neto, alvo de investigação da Polícia Federal e, cuja empresa de sua propriedade recebe quantias milionárias em contratos da gestão do prefeito de Manaus David Almeida.

Apenas em abril, a empresa a VAT Tecnologia – de propriedade de Francisco Cirillo – faturou da Secretaria Municipal de Educação (Semed) R$ R$ 2.879.677,29 sendo o maior pagamento feito em 18 de abril, no valor de R$ 656.174,31 e o segundo maior valor feito em 1º de abril, 625.889,36.

Anúncio