Lojas do Centro fecham as portas após decreto estadual

Estabelecimentos comerciais deixaram comunicado na entrada para informar o público sobre o fechamento do comércio por 15 dias, por tempo indeterminado

Manaus – A equipe de reportagem do GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (GDC) percorreu as ruas do Centro de Manaus, na manhã desta terça-feira (24), após decreto do governo do Estado que determina o fechamento de estabelecimentos comerciais.

O Centro de Manaus, na manhã desta terça-feira (24) (Foto: Divulgação)

Muitas lojas cumpriram o decreto e fecharam suas portas, deixando apenas um comunicado para informar o público sobre o fechamento por 15 dias, por tempo indeterminado.

A reportagem flagrou uma aglomeração de pessoas se formando em frente a um banco, localizado na Avenida Sete de Setembro. De acordo com informações de funcionários, a agência bancária adotou a medida de atender dez clientes por vez para evitar o contato próximo, mas enquanto eram atendidos, uma fila se formava em frente ao local. Entre os clientes estavam pessoas idosas – um dos grupos considerado de risco para o novo coronavírus.

Durante a passagem pelo Centro, foi possível ainda identificar uma loja, localizada na Rua Miranda Leão, cujos portões estavam fechados, mas a entrada de clientes estava autorizada para atendimento.

Em alguns locais, a Polícia Militar do Amazonas (PM) estava presente para orientar os donos de bancas que as deixassem fechadas.

Anúncio