Mais de 100 mudas de árvores são destruídas às margens do Igarapé do Mindu, diz Prefeitura

A área, de aproximadamente 800 metros, amanheceu com as mudas arrancadas e roubadas. Trabalho de recuperação de áreas degradadas deve ser retomado

Manaus – A Prefeitura de Manaus informou que o trabalho de recuperação vegetal de áreas degradadas, desenvolvido por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), sofreu um ‘duro golpe’ na manhã desta terça-feira (2). Foram destruídas mais de 100 mudas de árvores que estavam em crescimento às margens do Igarapé do Mindu, no trecho entre a Ponte da Colina do Aleixo e o São José, na zona leste.

No local, haviam espécies florestais e frutíferas, entre as quais mungubarana, pau-pretinho, jutairana, açaí e cupuaçu (Foto: Divulgação/Semmas)

A área, de aproximadamente 800 metros lineares, amanheceu com as mudas arrancadas e roubadas, de acordo com a Prefeitura. No lugar, foi deixado também um amontoado de resíduos. As mudas estavam plantadas desde junho do ano passado, com altura variando entre 1,80 m e 2 m.

No local, haviam espécies florestais e frutíferas, entre as quais mungubarana, pau-pretinho, jutairana, açaí e cupuaçu, com a finalidade de recompor a vegetação da Área de Preservação Permanente (APP) do Igarapé do Mindu.

A recuperação vegetal de APPs é uma das vertentes do projeto Arboriza Manaus, desenvolvido pela Semmas, com a finalidade de realizar o plantio de mudas de árvores em passeios públicos, canteiros centrais, rotatórias, parques e praças, visando a recomposição da arborização urbana.

No lugar, foi deixado também um amontoado de resíduos (Foto: Divulgação/Semmas)

A Prefeitura ressaltou, por meio de nota, que a presença da vegetação em APP tem importância fundamental para a manutenção da estabilidade e da fertilidade do solo, bem como do lençol freático. Além disso, produz alimento para a fauna, serve como área de fluxo gênico para espécies animais e vegetais, ameniza a sensação térmica e melhora a qualidade do corpo hídrico.

A área deverá ser replantada até o final do ano. Uma equipe de Educação Ambiental irá ao local para desenvolver uma ação de sensibilização junto aos moradores da área. Na área, a Prefeitura deverá também instalar parques lineares para reforço na proteção da APP.

De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Júnior, a área vem sendo alvo de intervenções do Programa de Recuperação Ambiental e Requalificação Social e Urbanística do Igarapé do Mindu (Promindu), desenvolvido pela Prefeitura de Manaus. “O programa já realizou desapropriações e diversas intervenções na área. O plantio, por sua vez, faz parte do processo de revitalização e vai trazer muitos benefícios para os moradores. Infelizmente, enfrentamos esse tipo de desafio”, afirmou.

Anúncio
Anúncio