Mais de 200 atendimentos de saúde beneficiam moradores da zona leste

Ação social foi promovida por mais de 100 profissionais e acadêmicos de universidade que se reuniram para oferecer os atendimentos de maneira voluntária

Manaus – Moradores do bairro Jorge Teixeira e adjacências, na zona leste de Manaus, foram beneficiados, neste domingo (28), com serviços de saúde de uma ação social promovida por mais de 100 profissionais e acadêmicos de universidade que se reuniram para oferecer os atendimentos de maneira voluntária. A mobilização faz parte do projeto social da igreja evangélica Ministério Internacional da Restauração (MIR), núcleo da zona norte -leste.

Ao todos foram oferecidos 230 atendimentos em clínica geral, odontologia, fisioterapia, nutrição, psicologia, além de cortes de cabelo. A maior procura dos moradores foi por atendimentos na área de Odontologia e Clínica Geral, que contabilizaram 150 atendimentos na ação.

Ao todos foram oferecidos 230 atendimentos em clínica geral, odontologia, fisioterapia, nutrição, psicologia, além de cortes de cabelo (Foto: Divulgação)

A dona de casa, Kátia Ferreira, 32, foi com sua filha para receber atendimento de limpeza nos dentes. Moradoras do bairro Cidade de Deus, elas chegaram cedo na ação e aproveitaram a oportunidade para também receberem outros atendimentos. “Já fazia tempo que queira uma atendimento desse pra mim e minha filha. E o bom foi que ainda pudemos receber corte de cabelo. Temos muitas necessidades aqui no bairro e esse tipo de ação ajuda muito a nossa vida”, disse.

A área de clínica geral contou com médicos voluntários e a oferta de medicamentos apropriados para as consultas. A aposentada Francisca Gomes, 77, destacou que o problema de espera na fila das unidades públicas de saúde foi resolvido para ela por meio da ação dos voluntários. “Eu saí muito feliz porque fui bem atendida e não vou ficar mais na fila do SUS para receber atendimento para meu problema de hipertensão”, disse a aposentada, que recebeu as recomendações médicas com os remédios para seu problema.

A área de clínica geral contou com médicos voluntários e a oferta de medicamentos apropriados para as consultas (Foto: Divulgação)

Ausência de serviços

A carência de serviços nesses segmentos no bairro foi o motivo principal que levou a equipe a realizar o projeto. “O nosso objetivo é desenvolver ações como essas para cumprir nossa missão de alcançar quem mais precisa. E onde atuamos, com nossa igreja, temos muitas famílias carentes de serviços de saúde e cidadania. E para suprir essaa carências, reunimos uma equipe de voluntários que doaram seu tempo e talento para esse propósito”, explicou o coordenador do projeto, pastor Marco Santos.

Anúncio