Mais de mil indígenas já morreram de Covid

Morte de indígenas é reflexo do descaso de ações do governo federal. Distantes de grandes centros urbanos, os nativos quase não têm acesso a serviços de saúde de qualidade

Manaus – Mais de mil indígenas brasileiros morreram por causa da Covid-19. A informação é do monitoramento realizado pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) que, nesta sexta-feira (12), registrou 1.001 mortes confirmadas pela doença.

Segundo o panorama da Apib, 50.468 indígenas já testaram positivo para a doença. Até o momento, o coronavírus já foi transmitido entre 163 povos diferentes.

De acordo com os dados disponibilizados pela organização, o Amazonas concentra o maior número de mortes (240), seguido pelo Mato Grosso (153), Mato Grosso do Sul (107) e Pará (101).

Já em relação aos povos mais afetados, o que mais concentra mortes é o Xavante (68), seguido pelas etnias Kokama (59), Terena (58) e Guajajara (37). Das mais de mil mortes, no entanto, 360 não possuem informações de povo.

Já segundo o monitoramento realizado pela Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), órgão do Ministério da Saúde, o número cai para 605 mortes. O total contabilizado pela pasta representa apenas 60,4% do registrado pela Apib.

Amazonas lidera número de indígenas infectados e mortos por Covid-19 (Foto: ISA / Divulgação)

A divergência entre o número ocorre porque a Sesai registra nos boletins epidemiológicos apenas dados dos indígenas que vivem dentro dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs) e são atendidos pelo Subsistema de Atenção à Saúde Indígena. Se alguém mora numa zona urbana, por exemplo, onde não há registro de DSEI, essa pessoa não é computada no boletim da pasta.

A Sesai também registrou 44.648 casos confirmados da doença. De acordo com o órgão, a taxa de incidência da Covid-19 na população indígena assistida pelo SasiSus foi de 5.848,7 por 100.000 habitantes, enquanto o índice de mortalidade foi de 78,3 por 100.000 habitantes.

Vacinação

Segundo a plataforma de vacinação do Ministério da Saúde, 232.519 indígenas já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Desses, 126.379 receberam a segunda dose e foram imunizados.

De acordo com o Censo-Demográfico de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem 817.963 pessoas declaradas indígenas. Isso significa que, destes, 15,4% já foram imunizados contra a doença. E, segundo os dados da Apib, 6,16% dos indígenas do Brasil já tiveram a doença.