Manauaras deixam a capital para aproveitar o feriado prolongado

De acordo com a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados e Contratados do Estado do Amazonas (Arsepam), a fiscalização do transporte rodoviário intermunicipal de passageiros será intensificada

Manaus – O feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida, celebrado na próxima segunda-feira (12), fez com que muitas pessoas saíssem de Manaus, na manhã desta sábado. A equipe de reportagem do GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (GDC) percorreu por algumas saídas da capital para acompanhar a movimentação.

Na Rodoviária de Manaus, passageiros aguardavam para ir aos municípios do interior e também cidades fora do estado. Sandra Souza, trabalha na área de estética e vai aproveitar o feriado fora da capital. “Vou para Itacoatiara, meus netos estão lá, vou aproveitar o feriado eles, na terça-feira estou de volta, porque preciso trabalhar. Cheguei na rodoviária, era 8h45, comprei minha passagem pela internet” explicou Sandra.

blank

(Foto: Nainy Castelo Branco / GDC)

Já no Porto da Ceasa, na Vila Buriti, zon sul da capital, passageiros aguardavam em seus veículos para entrar na balsa. O industriário Dayve Cardoso, vai aproveitar a folga, na estrada de Autazes.“ Vou pra estrada de Autazes, no quilômetro 14, vamos embarcar na próxima balsa. Vai toda minha família, vamos aproveitar o feriado”, contou.

Segundo informações de funcionários do local, nas primeiras horas do dia a movimentação foi bem intensa.

Apesar de fazer ligação com alguns municípios bastante procurados pelos manauaras, a movimentação na Ponte Rio Negro, na zona oeste de Manaus, ficou dentro da normalidade em ambos os sentidos.

blank

(Foto: Nainy Castelo Branco / GDC)

De acordo com a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados e Contratados do Estado do Amazonas (Arsepam), a fiscalização do transporte rodoviário intermunicipal de passageiros será intensificada nas saídas da capital.

“Nesse momento será exigido, o cadastro junto a Arsepam, a utilização de máscaras por todos e os veículos que poderem estar de janelas abertas também será providencial”, destacou o chefe de fiscalização da Arsepam, Sérgio Pimento.