Manauaras mantêm tradição de colocar ‘Judas’ nas ruas no Sábado de Aleluia

A capital amanheceu com vários bonecos espalhados pelas ruas. A ‘malhação de Judas’ foi marcada por críticas a políticos e situação econômica do país

Manaus – Neste Sábado de Aleluia (31), a capital amanheceu com vários bonecos espalhados pelas ruas. A malhação do ‘Judas’ – personagem bíblico conhecido na tradição cristã por ter traído Jesus Cristo -, personificou a indignação dos cidadãos quanto a diversos problemas que acontecem na cidade. Política, Poder Judiciário, aumento no valor da gasolina e alimentos, e até um boneco em ‘homenagem’ ao governador do Estado do Amazonas, Amazonino Mendes, foram exibidos em diversas zonas de Manaus.

Na zona oeste, dois bonecos de Judas foram identificados. Ambos no conjunto Ajuricaba, zona centro-oeste, o boneco estendido em um poste de eletricidade carregava quatro placas: ‘Abaixa o preço da farinha $’, ‘Judas: chega de corrupção’, ‘Ladrão julgando ladrão’ e ‘Um roubo Petrobras R$4,49’. Uma moradora, que não quis se identificar, disse que o boneco já estava no local no início da manhã, mas não soube informar quem o instalou. “Desde cedo ele já estava aí. Independente de quem tenha feito, são problemas que precisam realmente de uma solução”, frisou.

Bem próximo dali, na rua B 11 outro boneco foi encontrado. Este, foi apenas uma brincadeira entre família. Um senhor, que preferiu não se identificar, contou que ele e seu filho, identificado apenas como Diogo, produziram o boneco para ‘tirar sarro’ de um vizinho, conhecido como Liliu. “Todo ano fazemos um boneco diferente pra brincar com alguém, dessa vez o Liliu foi a vítima. Mas não queremos que ele morra, não. Só queremos que ele pare de beber”, entregou o idoso.

Na manhã deste sábado, o repórter fotográfico Sandro Pereira, registrou um boneco em homenagem ao governador do Estado do Amazonas, Amazonino Mendes, em uma das principais vias da cidade. Próximo a um centro comercial na avenida Djalma Batista, havia um boneco com uma placa descrita como “Mazoca”, apelido do governador Amazonino. Mais tarde, às 14h, quando a reportagem visitou o local, o boneco já havia sido retirado. Outra referência política foi encontrada pela reportagem próximo ao Parque Cidade da Criança, na Avenida André Araújo Aleixo. Uma boneca com características femininas carregava uma faixa descrita apenas como “desembargadora”.

Outra manifestação encontrada chamou atenção de moradores do bairro Aparecida, zona sul de Manaus. Dois bonecos instalados próximos um ao outro carregavam placas em referência a figuras ligadas a Escola de Samba Aparecida. Um boneco em referência ao atual vice presidente, Fabrício Nascimento, foi colocado em um poste enquanto, um outro boneco, para o ex-presidente da escola, Luís Pacheco, foi posto sentado ao lado de uma mala. De acordo com moradores que preferiram não se identificar, desde a manhã deste sábado, os bonecos estavam no local. “Todo mundo fica indignado com as atitudes desse caras. A escola sofre enquanto eles esbanjam viagens e mais viagens na redes sociais”, relatou uma moradora.

No bairro Novo Aleixo, zona leste, dois ‘Judas’ foram encontrados em uma mesma rua, conhecida como 34. Moradores informaram que montaram os bonecos apenas pela tradição de ‘malhar o Judas’ e que não havia nenhuma referência quanto a outras situações. Dois adolescentes e o jovem Lucas Silva, 18, confeccionaram o boneco pela primeira vez. “Minha mãe contou essa semana sobre a tradição de malhar o Judas no sábado, então contei para os meus amigos e fizemos o nosso”, lembrou Lucas. Os adolescentes disseram que utilizaram papéis antigos, panos, sapatos e roupas próprias para a fabricação do ‘Judas’.

Anúncio