Manaus fica sem água pela quinta vez, só em janeiro

Em meio aos transtornos, a população reclama das constantes interrupções no fornecimento de água em Manaus

Manaus – Pela quinta vez em menos de um mês, parte da população da capital amazonense foi afetada pela falta de fornecimento de água, nesta terça-feira (28).

Marly Ferreira, 60, falou que o fornecimento de água é interrompido quase que diariamente no bairro onde mora (Foto: Arquivo/GDC)

A dona de casa Maria Auxiliadora Queiroz, 60, relatou que os serviços de fornecimento de água têm sido interrompidos constantemente. Ela é moradora do bairro Monte das Oliveiras, na zona norte.

“Nós não temos água. Quando vem, é bem pouco. A gente paga nossa conta, que vem aumentando cada vez mais. Só essa semana, já faltou duas vezes. Geralmente, as interrupções acontecem durante o dia, quando mais precisamos”, contou.

Ainda no mesmo bairro, a comerciante Marly Ferreira, 60, falou que o fornecimento de água é interrompido quase que diariamente, geralmente durante a noite.

“Essa noite mesmo o meu filho chegou, foi tomar banho e não tinha água. Aí a gente tem que ligar a bomba e, com isso, aumenta o nosso gasto com energia. Inclusive, já veio gente querendo isolar o nosso poço, dizendo que a água que é distribuída é o principal. Eu disse que eles poderiam cortar o fornecimento deles, mas que o meu poço eles não iriam isolar”, acrescentou.

No conjunto Cidadão 12, o problema também se repete. A autônoma Nely Sampaio, 33, disse que, mesmo quando a distribuição não é interrompida totalmente, a água chega bem fraca na torneira.

“Desde quando eu me mudei pra cá, a gente tem essa dificuldade. Durante a manhã, vai embora umas 8h, no máximo, 10h. Nesse horário, fica bem fraquinha, e só chega no final do tarde, ainda bem fraca. Pela madrugada que já fica bem forte. Quando fizeram a manutenção aqui, era o dia inteiro com água. Quando foram embora, começou novamente a dificuldade”, disse.

Abastecimento interrompido

A concessionária Águas de Manaus havia informado que o abastecimento seria interrompido nesta terça-feira, em bairros das zonas leste, norte e centro-sul. Segundo a empresa, a chamada parada programada será realizada para promover melhorias na Estação de Tratamento de Água 1 da Ponta do Ismael e nos reservatórios do Mocó e Monte das Oliveiras, responsáveis por levar água a casas de mais de 600 mil pessoas. A previsão é que o serviço seja normalizado até a madrugada de quarta.

Anúncio