Maternidade Moura Tapajóz receberá ampla reforma com melhorias no serviço

O funcionamento da unidade será mantido e transferido para um local maior e que atenda com dignidade todas as mulheres que necessitarem dos serviços oferecidos pelo município

Manaus – A Maternidade Municipal Dr. Raimundo Moura Tapajóz, única sob a gestão da Prefeitura de Manaus, passará por uma ampla reforma planejada para melhorar o atendimento, que é referência na Região Norte do País, em urgência e emergência obstétrica, bem como na assistência de risco habitual à mulher no período da gravidez, parto, puerpério e ao recém-nascido. As obras integram o pacote de obras do município em homenagem aos 350 anos da capital e devem ser iniciadas neste segundo semestre.

As obras na maternidade devem ser iniciadas neste segundo semestre (Foto: Marinho Ramos/Semcom)

Segundo o prefeito Arthur Virgílio Neto, a reforma é necessária e inadiável, devido a grande demanda de pacientes na unidade. Localizada no bairro Compensa, zona oeste, a Moura Tapajóz é a única maternidade pública especializada em urgência e emergência obstétrica daquela área da cidade, recebendo também mulheres vindas de municípios da Região Metropolitana de Manaus, em razão de estar localizada próximo a Ponte Jornalista Phellipe Daou, sobre o Rio Negro.

O prefeito também tranquilizou as usuárias da Moura Tapajóz e assegurou que o funcionamento da unidade será mantido e transferido para um local maior e que atenda com dignidade todas as mulheres que necessitarem dos serviços oferecidos pelo município.

“Minha decisão é de se transferir para um lugar muito bom a maternidade que é referência no Norte do País. Eu jamais iria entregar as minhas grávidas para essa confusão que está na saúde estadual, só se eu fosse louco”, afirmou o prefeito. “Jamais haverá interrupção dos trabalhos da nossa maternidade Moura Tapajóz. A verdade é que ela será transformada em um hospital da mulher e, enquanto durarem as obras, as usuárias serão transferidas para um local amplo e digno”, garantiu Arthur Neto, que lamentou a divulgação de boatos sobre o fechamento da unidade.

Na Moura, também funciona 24 horas o Serviço de Atendimento à Vítima de Violência Sexual (SAVVIS).

Anúncio