MEC: Ufam recebe R$ 1,6 milhão para obras na Faculdade de Educação

Devem ser beneficiados cursos de pedagogia, formação de professores indígenas, mestrado e doutorado do programa de pós-graduação em educação

Manaus – A primeira grande reforma da Faculdade de Educação (FACED) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) vai poder acontecer a partir do recurso financeiro disponibilizado pelo Ministério da Educação (MEC). A informação é do ministro da Educação, Rossieli Soares, que, na manhã desta sexta-feira (5), anunciou o repasse de R$ 1,6 milhão para a faculdade.

MEC: Ufam recebe R$ 1,6 milhão para obras na Faculdade de Educação (Foto: Divulgação/Ufam)

O valor de R$ 1, 600 milhão para a reforma do local foi anunciado pelo ministro da educação Rossieli Soares na manhã desta sexta-feira (5), no auditório do Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) que também vai receber 60 profissionais para atuar na nefrologia e na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica do hospital.

blank

Investimento foi anunciado nesta sexta-feira. Na foto, o reitor da Ufam, Sylvio Pulga (Foto: Sandro Pereira)

A diretora do FACED, Silvia Conde, explicou que o recurso financeiro vai ser utilizado, principalmente, para equipar e modernizar as instalações físicas do local. “Esse dinheiro é fruto de uma luta desde 2014 e hoje o ministro permitiu essa nossa conquista. Esse dinheiro promove melhor espaço, inclusive para os nossos eventos que congregam conhecimentos da comunidade científica”, explica.

Silvia ainda afirma que o recurso vai servir para propiciar melhor condição, por exemplo, dos gabinetes dos professores para atender os estudantes, o trabalho administrativo e dos núcleos que funcionam na FACED. Hoje, no local, funcionam cursos de pedagogia, formação de professores indígenas, mestrado e doutorado do programa de pós-graduação em educação.

Nefrologia da HUGV deve voltar a funcionar até dezembro

O ministro da Educação também anunciou, no auditório do Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), na zona centro-sul de Manaus, que 60 profissionais vão passar a atuar na nefrologia e na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica do hospital.

Com as obras do prédio aceleradas, a nefrologia do HUGV deve ser inaugurada entre o final de novembro e início de dezembro. O local precisou ser desativado por ‘problemas internos’ desde 2017, e a direção do hospital precisou encerrar os serviços temporariamente. “Vamos abrir uma nefrologia agora, padrão, de primeiro mundo, para que possamos atender antigos e possíveis novos pacientes”, explicou Júlio Mário Melo Lima, supervisor do HUGV.

Serão 60 novos profissionais da saúde que atenderão na nefrologia a ser inaugurada e na UTI pediátrica da unidade. Conforme Júlio Mário, o hospital universitário poderá realizar, já em 2019, transplante renal no Estado, serviço não encontrado atualmente na rede pública de saúde.

blank

Nefrologia da HUGV deve voltar a funcionar até dezembro (Foto: Sandro Pereira)

Anúncio