Melhorias no transporte coletivo de Manaus são anunciadas nesta terça-feira

A frota de ônibus deve ser renovada em 80% na capital

Manaus – A Prefeitura de Manaus anunciou nesta terça-feira(31), uma série de medidas para melhoria no transporte coletivo da capital amazonense, como a aquisição de 30 novos ônibus intermediários e dez elétricos.

(Foto: Ruan Souza / Semcom e Marcely Gomes/Semcom)

“Nós estamos analisando o produto novo, intermediário – entre o ônibus convencional e o articulado – e que pode transportar até 100 passageiros com um custo bem acessível, dentro do que o sistema pode absorver. Nos reunimos aqui com os representantes da prefeitura, das empresas de transporte e dos trabalhadores, e vamos trabalhar já os primeiros passos para a aquisição de 30 ônibus como esse, e eu já adianto: estamos finalizando as tratativas para aquisição de dez ônibus elétricos, é uma realidade que nós vamos implementar na nossa cidade”, salientou David Almeida, prefeito de Manaus.

O chefe do Executivo municipal referiu-se ao novo ônibus, que foi apresentado nesta terça(31), pela empresa Marquise/Mercedes, denominado “O500 Super Padron”, e que conta com, entre outros benefícios: capacidade para 100 pessoas; até 14 metros de comprimento e até cinco portas, podendo ser do lado direito ou esquerdo; motor traseiro de 310 cavalos, causando menor impacto dianteiro; ar-condicionado; volante multifuncional; economia de gasolina; conforto devido à suspensão pneumática; maior acessibilidade para Pessoas com Deficiência (PcDs) com menor altura de piso. A partir do fechamento do contrato, os 30 ônibus têm de 90 a 120 dias para estar circulando nas ruas de Manaus.

No mês de abril, 42 ônibus novos foram integrados ao sistema de transporte coletivo da cidade. A frota de ônibus deve ser renovada em 80% na capital.

Como parte da ações voltadas para o trânsito na capital, também foi anunciado o retorno da fiscalização eletrônica – radares -, nas principais vias da capital. “Eu já autorizei o início do certame para contratação do projeto básico, e depois o Executivo, para que, ainda este ano, a gente possa dar segurança à população de todas as zonas de Manaus, coibindo a alta velocidade e preservar a vida”, explicou David.

Anúncio