Moradores realizam manifestação e pedem mais segurança no bairro Tarumã

Os moradores relatam ainda que não há policiamento na área

Manaus – Moradores da Comunidade Cetur, bairro Tarumã, zona oeste de Manaus, realizaram uma manifestação pedindo segurança, na manhã deste domingo (14). Os manifestantes fecharam um trecho da Avenida do Turismo.

O grupo de manifestantes relatou que acontecem assaltos frequentes na área, os criminosos invadem as casas dos moradores durante a madrugada, roubam veículos, eletrodomésticos e até comida.

O grupo usou faixas com pedido de segurança durante a manifestação (Foto: Nainy Castelo Branco/GDC)

O engenheiro ambiental, Jadson Becker, foi vítima dos criminosos, em agosto deste ano, ele viveu momentos de terror com a companheira e a filha, de apenas dois anos. Três criminosos entraram na casa e causaram um prejuízo de R$ 10,000 à família.

“Entraram na nossa residência, renderam a gente durante duas horas, foi aquele momento de terror. Eles estavam armados, nós ficamos dentro do banheiro, enquanto eles foram roubando tudo que tinha casa”, contou Jadson.

Os moradores relatam ainda que não há policiamento na área. O grupo usou faixas com frases como: “Sr. governador os moradores do Cetur não aguentam mais ter duas casas invadidas por bandidos. Pedimos segurança urgente”.

A professora Ivonete Maria contou que essa semana um casal de idosos foi agredido por criminosos, que invadiram a casa deles.

“A gente tem que fazer alguma coisa enquanto ainda tem tempo para ser feito. Nós pagamos impostos, então o governador tem que nos ajudar. A gente quer policiamento e segurança”, destacou a professora.

Mais de 400 metros de cabos de energia haviam sido furtados na estrada do Cetur, o que gerou ainda mais insegurança. Em setembro deste ano, a Prefeitura de Manaus instalou luminárias a LED.

Anúncio