Motorista que atropelou mulher na Torquato presta depoimento e diz que tentou frear

O homem identificado como Hugo Rafael contou, em depoimento à polícia, que tentou frear, mas que “não deu tempo” e que chamou o Samu

Manaus – O motorista de aplicativo identificado somente como Hugo Rafael prestou depoimento, na manhã desta sexta-feira (16), no 12° Distrito Integrado de Polícia (DIP), após atropelar uma mulher que morreu, no início desta sexta, na Avenida Torquato Tapajós, no sentido Centro/bairro.

No momento da colisão, segundo Rafael, ele não soube identificar qual era o sexo da vítima e que prestou socorro. O carro conduzido por ele era um Ônix de placa PHA6G33. O motorista disse, ainda, que tentou frear, mas que “não deu tempo” e que chamou o  Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A polícia informou que o condutor responderá por crime de trânsito.

O motorista Hugo Rafael estava conduzindo um veículo modelo Ônix de placa PHA6G33 quando atropelou a mulher, na Avenida Torquato Tapajós (Foto: Yago Frota)