Número de casos do novo coronavírus no Amazonas sobe para 67

De acordo com boletim divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), nesta quinta-feira (26), foram registrados 13 novos casos da doença

Manaus – O Amazonas contabiliza 67 casos confirmados do novo coronavírus no Amazonas e o óbito de um homem de 49 anos, morador de Parintins. Um outro pacientes está internado em UTI e corre risco de vida. Além desses, existem mais 18 casos em investigação pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), que divulgou os dados durante coletiva de imprensa online, na tarde desta quinta-feira (26). Só de ontem para hoje, houve um aumento de 13 casos.

(Foto: Reprodução)

Segundo a diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa Pinto, dos confirmados, dois são provenientes de Parintins, um de Santo Antônio do Iça e um de Boca de Acre. “Dos 67 confirmados, sete continuam internados, sendo seis em unidades privadas e um no Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz. Os pacientes internados na unidade particular, estão estáveis e sem gravidade, inclusive, o nosso paciente de 88 anos, deve estar recebendo alta hoje a tarde”, disse.

Ainda segundo a diretora-presidente da FVS-AM, a instituição está realizando diversas ações. “Agora, por exemplo, estamos em videoconferência com os 61 municípios do interior, onde estamos dando orientações a respeito de definição de caso, notificação, o que deve ser notificado como caso suspeito, levando em conta que estamos vendo pelas redes sociais, muitas publicações do interior, cuja notificações não estão chegando até nós. Mas, levando em conta, que estamos em uma época com muita circulação de vírus respiratório, possivelmente muitos desses casos que estão sendo notificados como o novo coronavírus, na verdade, pode ser que seja, algum outro vírus respiratório”, ponderou Rosemary.

Apesar da grande circulação de vírus respiratório, a FVS-AM, está orientando os municípios do interior que notifiquem os casos suspeitos. “Pare que os casos possam ser avaliados, as coletas necessárias possam ser feitas e nós possamos confirmar ou descartar a circulação de novos casos para o Covid-19 no interior”, relatou.

Foi divulgado durante a coletiva, a criação de um call center, com a operacionalização da Universidade do Estado do Amazonas, que irá disponibilizar professores e alunos que irão atender e tirar as dúvidas da população a respeito do novo coronavírus. Além disso, o Governo do Estado criou um site, apenas para divulgar informações atualizadas sobre o Covid-19, o endereço eletrônico é www.corona.am.gov.br.

Santo Antônio do Içá

Um dos novos positivos é um médico que esteve no estado do Paraná e, na volta para o Amazonas, foi de Manaus, por meio fluvial para o município de Santo Antônio do Iça. Segundo a diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Pinto, o estado de saúde do médico é estável e ele está em casa, em monitoramento. “Quando ele sentiu os primeiros sintomas, utilizou a máscara e procurou se isolar. Recebemos uma ligação do município e o orientamos a respeito da coleta, ela foi feita e processada pelo Lacen-AM”, disse.

Por conta do positivo, uma equipe da FVS-AM e da Susam, estão sendo enviadas ao município, onde irão monitorar os possíveis casos suspeitos na região, de acordo com Cássio Roberto, Secretário Executivo de Especialização do Interior. “Amanhã, uma aeronave estará sendo enviada para o município com os insumos necessários para apoiar as ações. Outros insumos estão sendo enviados de barco. Desde a saída do médico de Manaus, nós já sabemos qual barco ele foi, já monitoramos quais são os passageiros que estavam no barco com esse médico e no município já vimos as pessoas que tiveram contato com ele, para que identifique os possíveis casos. O mais importante é que as pessoas se mantenham calmas, nossos agentes estarão no município para atender e tirar todas as duvidas”, explicou.

App monitora passageiros

O aplicativo começa a funcionar a partir desta quinta-feira (26) e vai monitorar, durante 14 dias, os passageiros que chegarem em Manaus, pelo Aeroporto Internacional Eduardo Gomes. O monitoramento está sendo feito após novo decreto estabelecido pelo governo do Amazonas, segundo a diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Pinto. “Nossas equipes estão no aeroporto para orientar o uso do aplicativo aos passageiros que desembarcar e a partir de agora todos serão monitorados”, explicou.

O monitoramento será feito por meio de um aplicativo que funciona como um GPS e deve valer, também, aos outros pacientes que estão sendo monitorados pela FVS-AM, pois os usuários poderão mapear os possíveis sintomas do vírus.

Sul do Amazonas

De acordo com Cássio Roberto, Secretário Executivo de Especialização do Interior da Susam, existe um termo de cooperação técnica com os Estados do Acre e Rondônia. “Independente do Covid-19, já tínhamos esse termo vigente. Atualmente, os Estados dão apoio quando algum dos nossos municípios do Sul do Amazonas, necessitam. Por exemplo, no caso do município de Boca do Acre, o Lacen de Rio Branco que fez o teste e validou o positivo. Então temos uma boa integração com as secretarias”, explicou.

Ainda segundo o secretário, uma das ações que os municípios vêm desenvolvendo, principalmente Humaitá, é a realização de barreiras sanitárias, onde as pessoas que entram no município são abordadas e realizam orientação em saúde e vigilância sanitária.