“Os dois lados da moeda!” Faculdade realiza debates sobre a política brasileira

A programação, inédita na cidade, vai reunir especialistas de várias áreas

Manaus –  O Centro Universitário Fametro, em parceria com o Instituto Brasileiro de Ensino e Renovação (IBER) e o Centro Preparatório (CPJur), realizam neste sábado (05) a primeira edição do evento “Os dois lados da moeda”. A programação, inédita na cidade, vai reunir especialistas de várias áreas para discutir,através de palestras e debates, os rumos da política brasileira no âmbito atual, vislumbrando a educação como instrumento de transformação na construção do pensamento crítico.

O evento é gratuito e acontece das 10h às 12h, no auditório Naíde Lins, unidade II da Fametro, localizada na avenida Djalma Batista, 733, Chapada. As inscrições devem ser feitas no site https://cpjur.com.br/os-dois-lados-da-moeda/. Participam desta edição do evento o filósofo e comentarista da rádio Jovem Pan, Adrilles Jorge, o advogado, filósofo e comentaristas da rádio CBN Amazônia, Helso Ribeiro e o gestor público e apresentador dos programas Morning Show e 3 em 1, Paulo Mathias. O debate será mediado pelo advogado, mestre em Ciências Jurídicas e diretor da Fametro, Wellington Lins Junior.

O gestor acadêmico e pedagógico do IBER e CPJur, Filipe Venturini, ressalta que esse tipo de evento é essencial para estimular o pensamento crítico e democrático, além de colaborar com a sociedade na apresentação de propostas relativas aos seus interesses e promover o desenvolvimento profissional, educacional e político de estudantes e educadores.

Segundo ele, diante do cenário econômico atual e com as mudanças políticas instaladas no Brasil nos últimos anos, é fundamental o desenvolvimento de iniciativas externas e de cunho político para promover debates com a participação de formadores de opinião e a sociedade civil organizada para discutir as melhores práticas na política atual e no combate à corrupção. “Esperamos contar com a presença, no evento, de membros da Sociedade Civil Organizada, estudantes, agentes e instituições públicas ou privadas. Juntos será possível construir um debate plural e rico em propostas”, destacou.

Anúncio