Outubro registrou os quatro dias mais quentes do ano, em Manaus, diz Inmet

O dia 2 deste mês foi o mais quente do ano, com a temperatura máxima de 37,1°C. Além do calor, a umidade baixa, agravada com o avanço das queimadas, também incomodam os manauaras

Manaus – Dos cinco dias mais quentes do ano em Manaus, quatro foram registrados, neste mês de outubro. Os dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) mostram que o dia 2 deste mês foi o mais quente do ano, com a temperatura máxima de 37,1°C. Além do calor, a umidade baixa, agravada com o avanço das queimadas, também está incomodando os manauaras.

Que o mês de setembro é um dos mais quentes na capital amazonense, a maioria já sabe, mas, de acordo com Inmet, em relação ao ano passado, 2018 tem apresentado temperaturas muito mais quentes e secas.

As queimadas em terrenos baldios e áreas de mata aumentaram 110% em relação a outubro do ano passado. (Foto: Vinícius Mendonça/Ibama)

Geralmente, as temperaturas mais altas são registradas no período da tarde, em Manaus, segundo o Inmet, entre as 14h e 15h, a exemplo do dia 2 de outubro, em que a temperatura máxima chegou aos 37,1°C, com a mínima da umidade relativa do ar em 33%, às 15h.

Os dias 5 e 6 deste mês ocuparam, juntos, o segundo lugar no ranking das temperaturas mais altas de 2018. Nos dois dias, a máxima foi de 36,7°C, mas a menor umidade foi obtida no sábado (5), quando alcançou apenas 33% de mínima.

Na tarde seguinte, dia de eleições, com a máxima de 36,6°C, o Inmet registrou a terceira temperatura mais quente do ano. No entanto, naquele domingo foi registrada a menor umidade relativa do ar de 2018, quando a mínima ficou em 31%, por volta das 15h.

Apesar de setembro ser conhecido pelas altas temperaturas, após a primeira quinzena do mês que começou o ‘calourão’, segundo o Inmet. O dia 19 de setembro teve, também, 36,6°C de temperatura, às 14h, mas com umidade em 39%.

De acordo com o meteorologista do órgão, a previsão climática para até o final do ano é de chuvas abaixo do normal e temperaturas acima da média.

“As temperaturas deverão ficar entre 27°C (mínima) e 37°C (máxima) com Umidade Relativa entre 30-35%. Previsão de chuva no Amazonas apenas para a região centro-leste do Estado”, adiantou ele.

Queimadas

Com chuvas escassas e tempo seco, nos primeiros oito dias de outubro, o número de queimadas em terrenos baldios e áreas de mata aumentou 110% em relação a todo o mês de outubro do ano passado. Isso foi o que apontou o relatório do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM).

Conforme o levantamento, até a primeira semana, 21 ocorrências de incêndios em área verde urbana foram atendidas pelo órgão, em Manaus. O mesmo mês registrou, em 2017, dez ocorrências ao longo de 31 dias.

Neste mês de outubro, tem se tornado comum o cheiro e a má visibilidade causada pela fumaça das chamas. Acontece que, segundo o CBMAM, mais da metade dos atendimentos do Corpo de Bombeiros (61%) tem sido para o controle das chamas em áreas de vegetação.

Na última segunda-feira, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) lançaram a campanha ‘Diga Não ao Fogo’, como parte de uma ação emergencial de combate aos incêndios.

Anúncio