Papa Francisco manifesta solidariedade a Manaus durante telefonema ao Arcebispo

Dom Leonardo Steiner conversou com o Santo Padre na tarde deste sábado (25) sobre a situação da pandemia de Covid-19 na capital amazonense

Manaus – O Papa Francisco manifestou sua solidariedade e preocupação com Manaus, os povos indígenas, ribeirinhos e pobres da região durante um telefone para o Arcebispo de Manaus, Dom Leonardo Steiner, na tarde deste sábado (25). O Santo Padre quis ainda saber da situação da capital amazonense em relação à pandemia do novo coronavírus.

O Papa Francisco manifestou preocupação com os povos indígenas, ribeirinhos e pobres durante este momento de pandemia (Foto: Andrew Medichini/AP)

Ao saber das ações de solidariedade, o Papa Francisco agradeceu o que os fiéis, grupos, pastorais, religiosos/as e padres da Arquidiocese têm feito para amenizar o sofrimento das pessoas. No desejo de proximidade disse que rezava pelos falecidos e suas famílias.

O Arcebispo agradeceu as palavras de conforto e consolo e apresentou ao Papa o que a Arquidiocese tem feito no cuidado dos irmãos e irmãs que vivem nas ruas da cidade, na distribuição de cestas básicas, na atenção às pessoas que sofrem e no atendimento aos migrantes.

Dom Leonardo Steiner lembrou também que, neste sábado (25), as chuvas trouxeram ainda mais sofrimento às periferias da cidade. Também pediu ao Santo Padre uma bênção para toda a Arquidiocese, especialmente aos que têm socorrido os mais necessitados com doações e com a presença nos locais de acolhida e distribuição de alimentos.

“O Papa, no final, agradeceu mais uma vez e afirmou que reza por todos nós e que enviava uma bênção especial para a Amazônia. Somos profundamente agradecidos ao Papa Francisco pelo seu gesto paterno-eclesial”, disse o Arcebispo.