Adolescente é agredida e estuprada nas proximidades da Rodoviária de Manaus

A vítima relatou na delegacia que também sofre constantemente abusos por parte do padrasto, a DEPCA assumiu as investigações do caso

Manaus – Na manhã desta quinta-feira (4), uma menor de 16 anos – identificada apenas como JNS*, foi agredida e estuprada, nas proximidades da Rodoviária de Manaus, na Av. Djalma Batista, após recusar entrar em um carro que passava pelo local.

A menor estaria caminhando quando foi abordada por um homem que  estava em um carro, e lhe convidou para um programa, com a menor, ela negou. Após a recusa, o homem, que supostamente seria usuário de drogas, saiu do carro e começou a agredir a menor, realizando o ato de estupro em uma área de mata nas proximidades.

Após o ato, a menor foi encontrada e conduzida pelo Tenente Paulo Filho, da 22ª Companhia Interativa Comunitária (CICOM). No depoimento, ela não soube informar qual seria o modelo do veículo do carro conduzido pelo suspeito. Levada pelos policiais para a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), ela relatou que também sofreria constantemente abusos por parte do padrasto.

Após a revelação da menor, a DEPCA assumiu as investigações do caso, para responsabilizar o motorista suspeito do abuso e também o padrasto da jovem, intimado após a denúncia.

A menor foi levada para realizar exames protocolares em casos de abuso sexual e agressões físicas e, até o momento de publicação desta matéria, ninguém foi preso pelo caso.