Advogada é detida suspeita de furtar 29 máscaras faciais de loja em shopping de Manaus

Somados, os cosméticos totalizam R$ 297.  A ação foi filmada pelo circuito interno de câmeras de seguranças da loja. Produtos furtados incluem 29 máscaras faciais

Manaus – A advogada Ester Ribeiro Pacheco, 25, foi detida, na noite deste sábado (18), dentro da loja de uma loja de cosméticos, em um shopping, na zona centro-sul, suspeita de furtar produtos de beleza do estabelecimento. Somados, os cosméticos totalizam R$ 297.

A ação foi filmada pelo circuito interno de câmeras de seguranças da loja. Ainda no estabelecimento, os policiais encontraram a advogada detida pelos seguranças do shopping. Os produtos furtados incluem 29 máscaras faciais para combate à acne; relaxante área dos olhos; de limpeza de pele; firmadoras; nutritivas; para limpeza; removedora de cravos; e com ouro.

A advogada trabalha como assessora jurídica do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). A mulher prestou depoimento no 12° Distrito Integrado de Polícia (DIP), na zona centro-sul da capital, onde o caso foi registrado.

A reportagem não teve acesso à Ester para abordar sobre o assunto.

Produtos furtados incluem máscaras faciais (Foto: Divulgação)

Suspensão de registro

Em nota, a Ordem dos Advogados do Brasil seccional Amazonas (OAB-AM) informou que Ester possui inscrição na seccional Amazonas e, por exercer cargo no TJAM, deverá ser suspensa dos quadros da OAB ou ter a inscrição cancelada, a depender da natureza do cargo que ocupa no TJAM. O cargo no Tribunal impossibilita que Ester exerça a função de advogada.

A OAB-AM informou que espera que a advogada possa exercer todas as garantias constitucionais de ampla defesa.